Por felipe.carvalho

Soldados romanos vão comandar o desfile da Unidos da Ponte, de São João de Meriti, na terça-feira de Carnaval. A Comissão de Frente promete ser um dos pontos altos da escola, da Série B, quarta a entrar na Intendente Magalhães, em Campinho.

A agremiação contará a trajetória de São Sebastião, protetor da humanidade contra a fome, a peste e a guerra, com o enredo ‘O rei da mata pede passagem — São Sebastião, nosso padroeiro! Da Ponte e do Rio de Janeiro’, homenagem também aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro.

Além do azul e do branco, cores da escola, o vermelho e o branco predominarão nas fantasias e alegorias da escola, em referência ao santo. Para o carnavalesco Vinicius Paistmann, a agremiação vai impactar o público com a apresentação de uma fileira romana: “A coreografia vai ser bem marcada e bruta, porque a comissão levará para Avenida soldados romanos”.

Integrantes estão empolgados e confiantes na vitória apesar do atraso da verba para confecção das fantasias Estefan Radovicz / Agência O Dia

Serão 16 alas, dois destaques de chão e um tripé com São Sebastião. Um carro representará o sincretismo religioso: ‘Mata de Oxóssi”.

O casal de mestre-sala Jhony Matos, 23 anos, e porta-bandeira Emanuelle Martins, 17, promete levar para a Avenida uma coreografia ousada, mesclando passos novos com tradicionais. “Vamos apresentar uma coreografia especial neste Carnaval. Nosso figurino é baseado no amor e fé que os devotos têm pelo santo”, diz Emanuelle Martins.

Mesmo com dificuldade — a escola não teve disputa para o samba-enredo e recebeu com atraso a verba para confecção das fantasias e alegorias — os integrantes não desanimaram e tiraram da comunidade a força que precisavam para brilhar no desfile “Foi um ano bem difícil, nossa verba saiu muito tarde. Tivemos um mês para aprontar o Carnaval. Mas, por sorte, a comunidade se aproximou mais e estão bem confiantes”, comenta o presidente, Serginho Aguiar.

Já o intérprete Anderson Gomes, conhecido como Sargento Pingo, já considera a escola campeã pelos requisitos bateria e samba-enredo. Ele se prepara uma vez por semana para fazer bonito na Intendente. “Estamos confiantes na vitória. O samba pegou, porque é muito bom e forte. É perceptível que a comunidade está voltando aos poucos e, o melhor, cantando nosso hino. Sem eles, não haveria Carnaval”, afirma Pingo.

Rainha da bateria da Unidos da Ponte, a bailarina Graciele Chaveirinho, 32 anos, vai cruzar a Intendente Magalhães usando as cores marrom e dourado, vestida em uma fantasia que terá o tema afro. Dançarina do programa ‘Esquenta’, da Rede Globo, e do cantor Dudu Nobre, ela faz exercícios diários para encarar os 52 minutos e impressionar os jurados. “Malho bastante e bebo muita água para hidratar. O foco é manter a esperança de que escola vai conseguir resgatar a comunidade de vez e subir para Série A”, afirma a bailarina.

Para cantar

Samba: ‘São Sebastião, nosso Padroeiro! Da Ponte e do Rio de Janeiro’
Autores: Diego Nicolau, Dilson Marimba, Tião Pinheiro, Sargento Pingo e Robert Farrow.
Intérprete: Sgt. Pingo

Numa flecha certeira/ A fé verdadeira vai nos levar/ O amor a quem nos guia/ Nessa noite vai abençoar/ Cristão é seu destino acolher/ Missão de quem nasceu pra converter/ Martírio e dor, te santificou / Mas renasceu a cada filho/ Que vai pra batalha te honrar/ Unidos na força de um só cantar

Santo do peito flechado okê okê/ Daí-nos tua proteção okê arô/ Ogã tocou na cadência, o aguere/ Hoje a gira é de oxossi caçador

Todo primeiro vinte do ano/ O cortejo sagrado a desfilar/ Segue o povo em reza/ Devotos em procissão/ E o Cacique de Ramos em festa/ Vem marcando na palma da mão/ Sebastião, honra em tua glória/ A nossa vitória vem da união/ Somos nós, a tua herança/ Samba e oração

Salve São Sebastião/ Salve o nosso padroeiro/ Da “ponte” e do Rio de Janeiro


Você pode gostar