Por marcelle.silva

A velha máxima do futebol também vale para o Carnaval: em time que está ganhando não se mexe. É com esse pensamento que a Leão de Nova Iguaçu já está trabalhando o enredo do desfile do próximo ano, agora na Série B. E vai manter o tema que levou à conquista da Série C: África.

O presidente da Leão, Oberdan Rodrigues, espera definir tudo com a dupla de carnavalescos, Taroba e Tonho, e começar o trabalho o mais rápido possível. “Devemos seguir pelo mesmo caminho. Já me apresentaram algumas ideias de que gostei muito e deixamos tudo encaminhado. Até o fim do mês, devemos ter todo enredo definido para começar a trabalhar a escola”, disse.

Escola perdeu apenas um décimo em enredo e outro em conjunto. Nos outros quesitos%2C tirou nota 10. Próximo enredo será definido em um mês Estefan Radovicz / Agência O Dia

Curiosamente, as duas campeãs da Baixada este ano apostaram na África. Mas Oberdan ainda vê a Leão muito distante da coirmã, Beija-Flor. “Sempre fomos a segunda escola da Baixada. Em 1992, vi a Leão desfilar no Grupo Especial e nosso sonho é conseguir isso novamente. Sabemos que ainda estamos longe, mas disposição não falta”, afirmou.

Além do enredo, o que está praticamente definido é a manutenção da porta-bandeira Amanda Rodrigues no posto. Criada na Zona Sul, Amanda tem laços com a cidade, pois seus pais nasceram e cresceram em Miguel Couto.

Após conseguir quatro notas 10 na apuração, ela está mais confiante para o próximo ano. “Foram muitos dias de treino, dia e noite. Chegar à Leão foi um caminho natural. Meus pais me apresentaram à escola e foi paixão. Não desfilo aqui somente como uma profissional do Carnaval. É com coração”, disse a porta-bandeira.
Para buscar a sonhada vaga de volta à Sapucaí, a Leão já trabalha para conseguir recursos para fazer um excelente desfile na Série B. O vice-presidente, Alan Souza, está mantendo contatos com comerciantes para tentar levantar os recursos.

A Prefeitura de Nova Iguaçu anunciou que ajudará a escola e reformará a quadra. “Nossa comunidade sempre esteve presente e o coração fala mais alto. Todos querem ajudar, pois sabem que a escola leva o nome de Nova Iguaçu. Sei que vai ter muita gente ajudando”, afirmou Souza.

Grande Rio elogia desfile da Beija-Flor

Grande Rio%2C de Caxias%2C festejou o terceiro lugar no Grupo Especial com o enredo sobre o baralho Fernando Souza

A Grande Rio ainda está em festa pelo terceiro lugar no Grupo Especial, com o enredo sobre o baralho. O presidente Milton Perácio disse que os integrantes estão satisfeitos com o resultado e que não haverá mudanças. Para Perácio, o polêmico título conquistado pela Beija-flor foi merecido. “A escola levou um belíssimo Carnaval para a Avenida”, elogiou.

Feliz também está o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Beija-Flor, Selminha Sorriso e Claudinho. Juntos há 24 anos, tiraram nota máxima no desfile e levaram o 8º Tamborim de Ouro do DIA. “Como temos bastante tempo de Avenida, acho que os jurados são mais rigorosos, o que faz a gente se dedicar cada vez mais”, disse Selminha.

Unidos da Ponte vai para a Série C e a Inocentes fica em oitavo lugar

A briga contra o rebaixamento na Série B foi tão ou mais acirrada quanto a pelo título. Como seis escolas desceriam para a Série C, um r décimo fazia diferença. E foi o que aconteceu A Unidos da Ponte, de São João de Meriti, terminou com 294,8 pontos, em 13º, atrás da Favo de Acari, com 295,1.
A Ponte, que desfilou na Intendente Magalhães, no Campinho, com o enredo sobre São Sebastião, pediu recontagem e chegou a publicar em seu Facebook que não estaria rebaixada. A Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj) informou, no entanto, que só vai analisar qualquer recurso a partir de amanhã.

Na Série A, a Inocentes de Belford Roxo, que homenageou o sambista Nelson Sargento, ficou em oitavo lugar. Rainha de bateria e casal de mestre-sala e porta-bandeira deverão ser trocados. Na Série D, a Matriz de São João de Meriti ficou em terceiro, e a Chatuba, de Mesquita, em nono.

Já a Beija-Flor é só alegria com a vitória da escola com o enredo sobre a Guiné Equatorial. Diretor da escola, Laíla disse que haverá mudança na Comissão de Carnaval, formada por sete integrantes. “Vamos mudar um pouco a Comissão, mas o Fran Sérgio continua”.

Laíla afirmou que o próximo Carnaval da escola será novamente patrocinado. “Estamos analisando as propostas”.

Você pode gostar