Conexão leitor: pedestres disputam espaço com esgoto, em rua de N. Iguaçu

Em meriti, moradores pedem que as margens do rio que passa pela cidade sejam limpas

Por O Dia

Moradores da Rua Eliane%2C Ouro Preto%2C Nova Iguaçu%2C precisam desviar de dejetos e buracos cheios de água podre.Foto%3A Leitor Davi Paiva

Davi Paiva, de Nova Iguaçu, mostra a dificuldade de andar pela Rua Eliane, no bairro Ouro Preto, sem esbarrar nos dejetos no chão. O asfalto cedeu e formou piscinas de esgoto na rua.

Moradores pedem limpeza de rio em Meriti

Moradores da Rua Alberto de Oliveira, na Vila São João, São João de Meriti, pedem socorro. O rio que passa pela rua está precisando de limpeza, pois suas margens ainda não estão preparadas para receber as águas de março.

Ieda Vieira, São João de Meriti

Torneiras continuam secas em Meriti

Dos muitos descasos que prejudicam moradores de São João de Meriti, o principal é a falta de água. Na parte alta do Centro, não somos abastecidos há quatro semanas. As contas chegam em dia. E caras.

Daniele Silva, São João de Meriti

Esgoto a céu aberto em rua de Nova Iguaçu

Os problemas na Rua Gamboa, em Lagoinha, estão afetando a saúde pública. Como a rua não é asfaltada, as línguas de esgoto secam e misturam-se ao barro e poeira que respiramos. Não é só estética. É dignidade e saúde.

Ivan Júnior, Nova Iguaçu

Árvore coloca pedestres em risco em Nova Iguaçu

A situação de uma árvore na Rua Lopes Trovão 83, em Nova Iguaçu, é de tirar o sono. O tronco está podre, e galhos ameaçam a rede elétrica. Nenhuma solução foi apresentada aos moradores.

Davi Azevedo, Nova iguaçu

Agenda

TERÇA

A partir das 19h, a praça de alimentação do TopShopping vai virar palco sertanejo. Até o fim de março, o público vai poder curtir a dupla Diogo Milani e Douglas Moutta. Já nas quintas-feiras, no mesmo horário, tem a banda de pop rock Mafra. Os shows são de graça.

QUINTA

O Sesc de Nova Iguaçu abrirá as portas para o Cineclube Digital, a partir das 19h, com o longa ‘Inverno de sangue em Veneza’, de Nicolas Roeg (1973). O objetivo é apresentar obras cinematográficas que estão fora dos circuitos de cinema, que ainda rendem debates. A sessão é gratuita, e o filme tem duração de 112 minutos.



Últimas de _legado_O Dia na Baixada