Quadrilha fará um esquenta na Beija-Flor

Grupo Aurora Boreal, que contará a história do fogo, se apresentará dia 31 e depois em todo país

Por O Dia

Uma fogueira humana promete esquentar a temperatura no dia 31 em Nilópolis. Não se trata de mais um desfile de Carnaval da Beija-Flor, mas de uma dança de quadrilha com direito a teatro, história e personagens. Essa é a proposta do grupo ‘Aurora Boreal’ — fundado há cinco anos pelo carnavalesco da Azul e Branca, Fran Sérgio —, que neste ano aposta na história do fogo para faturar os títulos dos principais campeonatos do gênero pelo Brasil.

O espetáculo até lembra um pouco o Carnaval, só que em vez de um enredo é desenvolvido um tema. Claro, não poderiam faltar os tradicionais passos da quadrilha, como o ‘caminho na roça’, ‘a grande roda’, o ‘zigue-zague’ e o ‘damas para um lado, cavalheiros para o outro’. A dança tem duração de 30 minutos e é dividida em quadros.

Criada pelo carnavalesco Fran Sérgio%2C a quadrilha abordará este ano a descoberta do fogo%2C ainda na pré-históriaAlexandre Vieira / Agência O Dia

Cada quadro representa um personagem da história: Tem o casal de noivos, o rei e a rainha, o floricultor e a florista, o príncipe e a princesa e o sinhozinho e a sinhazinha. De acordo com Fran Sérgio, a apresentação abordará a descoberta do fogo, ainda na pré-história, as mitologias grega e romana com Vulcano, o deus do fogo; os dragões que cuspiam fogo nos nativos; o Sol; a fênix, ave que ressurge das cinzas; e, por último, os festejos de São João.

Segundo ele, o grupo montará uma fogueira composta por homens (o tronco) e mulheres (as labaredas) no fim da apresentação. "Não podemos usar o fogo em lugares fechados, resolvemos representá-lo com iluminação e roupas. Será um miniteatro a céu aberto cujo objetivo é mostrar a chama junina que nunca se apaga" revelou.

Para participar é só comparecer à quadra da Beija-Flor (Rua Pracinha Wallace Paes Leme 1052, Centro), aos domingos, às 13h. Inscrições gratuitas.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada