UPA 24h de Jardim Íris não será devolvida ao estado

Secretaria Municipal de Saúde de Meriti anuncia que clínica, fechada desde novembro, voltará a funcionar dia 30

Por O Dia

Fechada desde novembro do ano passado, a UPA 24h de Jardim Iris, em São João de Meriti, será reaberta. Pelo menos foi o que prometeu o secretário municipal de Saúde, Walter Wilmes, durante vistoria técnica ao local, em que O DIA teve acesso com exclusividade, na semana passada. Segundo ele, a unidade voltará a funcionar até o dia 30 e não será mais devolvida ao estado, conforme afirmou o prefeito Sandro Matos (PDT), em 6 de dezembro, ao ‘Baixada’.

No entanto, há pouco dias da reinauguração, o cenário de abandono continua: a placa da fachada está rasgada, os vidros quebrados, janelas estilhaçadas, várias goteiras no interior da unidade e dezenas de receitas médicas foram despejadas em uma sala dos fundos. Já na sala de espera, móveis amontoados estão sendo usados como barricadas para dificultar o acesso pela porta que está arrombada e pelos buracos onde ficavam os aparelhos de ar-condicionado.

Cadeiras foram colocadas no lugar dos ar-condicionados para evitar que vândalos entrem na unidade Estefan Radovicz / Agência O Dia

De acordo com uma servidora da secretaria, que não se identificou, a unidade receberá R$ 400 mil do estado e R$ 250 mil do Governo Federal. Segundo ela, os valores são insuficientes se comparados as unidades gerenciadas pelas Organizações Sociais de Saúde, que recebem em torno de R$ 1,2 milhão. "Como vamos prestar um serviço de excelência, com a metade do que recebem outras UPAs?”.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que os repasses para a UPA de Jardim Íris foram feitos em dia (R$ 4 milhões) até o fechamento da unidade e que o valor voltará a ser pago assim que for reaberta. O estado ainda ressaltou que as UPAs municipalizadas também recebem recursos do Ministério da Saúde.

Preocupada com a qualidade no atendimento da unidade, a costureira Cleude Lourenço, de 54 anos, espera que a UPa volte a funcionar plenamente. “Não dá mais para ficar sem médicos”, afirma.

Bandidos da região roubaram equipamentos

Moradores da região denunciaram que os equipamentos da unidade foram roubados por criminosos do Morro do Gonçalves e Vila Ruth, comunidades próximas à UPA. Segundo o secretário de Saúde, Walter Wilmes, a unidade foi realmente alvo de bandidos, que levaram a bomba d’água, venezianas de alumínio e a tubulação de oxigênio.

O secretário de Saúde disse, no entanto, que os aparelhos de ar-condicionado estão em manutenção e os equipamentos médicos, guardados em uma sala da UPA de Jardim Íris.

A Guarda Municipal de Meriti registrou o caso na 64º DP (Vilar dos Teles). Em nota, a Polícia Civil informou que está “em busca de informações que ajudem a identificar a autoria do crime”.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada