Queimados tem ponto de apoio para surdos

Central Intérprete de Libras atende deficientes de toda a região

Por O Dia

A dificuldade encontrada por um surdo está, principalmente, na deficiência da sociedade em não saber se comunicar com eles. Pensando em ajudar nesse momento, Queimados têm o único Centro Intérprete de Libras (CIL) do Estado, para atender aos deficientes auditivos de toda a região. O CIL realiza atendimento pessoalmente, em sua sede ou por telefone, através de contato de familiares do surdo para agendamento e o acompanhamento a consultas médicas, audiências e agências bancárias. O equipamento fica instalado na Secretaria de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, que fica à Rua Otília, N° 1495 – Centro.

A Central é a única em toda a região metropolitana do Rio e é a terceira implantada no Brasil e a primeira do estado. Atualmente Rio Grande do Sul e Paraíba são outras duas capitais que contam com o mesmo equipamento. A central conta com uma equipe qualificada em libras e um automóvel, que leva os surdos para os espaços públicos onde precisam de assistência. O atendimento pode ser feito pelo telefone 3698-3461, onde o familiar pode consultar os serviços e agendar horários.

O secretário de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania de Queimados, José Ribamar Dadinho, explicou que o único instrumento para as políticas voltadas a esse público foi implantado em Queimados para auxiliar toda a região metropolitana. “Temos cerca de 50 mil surdos em toda a Baixada Fluminense e Queimados conquistou o único CIL do estado por ser o município que oferecia as melhores condições. Eu tenho a honra de ter o instrumento instalado em nossa secretaria, que tem o objetivo de atender as pessoas que mais precisam e dar todo o suporte necessário a eles. Fico feliz de participar de um governo que está mudando a história de Queimados, que cuida, não só do estrutural mas também do cuidado com as pessoas, especialmente aqueles que mais precisam”, destacou.

A coordenadora do CIL, Graciete Telles, explicou como funciona o centro e como os interessados podem procurar a ajuda. “O CIL funciona de segunda a sexta na sede da SEMDHEPROC das 9h às 17h para atender todos os surdos da região, para acompanhamento em espaços públicos em que eles precisem de interpretação de libras, contamos, inclusive com um automóvel para o transporte até esses locais. Já realizamos mais de 700 atendimentos, e eles acontecem desde entrevistas de emprego à audiências públicas. Todos os que precisarem desse atendimento podem nos procurar e agendar o serviço”, elucidou.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada