Por marcelle.bappersi

Rio - A população sente no bolso os efeitos do aumento nas tarifas de eletricidade. Para reduzir a conta de luz, o uso de novas tecnologias de iluminação, como as lâmpadas de LED, aparece como alternativa. O empresário Hélio Gomes, dono da Pratik Materiais Elétricos (Avenida Doutor Plínio Casado 31, Duque de Caxias, tels.:3657-9951 e 2671-0201), explica que as novas lâmpada podem gerar economia de até 90% no consumo de energia e duram de 30 mil a 50 mil horas, contra mil das comuns.

O empresário afirma ainda que, além de mais econômicas e consumirem menos energia, as lâmpadas de LED produzem mais luz que as incandescentes e eletrônicas. “Uma de 12w, por exemplo, corresponde a uma lâmpada incandescente de 100w e uma eletrônica de 25w”, diz.

Hélio Gomes garante que o investimento em lâmpadas é rapidamente compensado com o menor consumoFabio Gonçalves / Agência O Dia

Mas, para compra uma lâmpada de LED, é preciso gastar um pouco mais — custam a partir de R$ 17,90, enquanto as eletrônicas saem inicialmente a R$ 6,99 e as incandescentes, a R$ 1.50. “Mas o retorno do investimento vem de imediato. Tive um cliente que trocou recentemente a iluminação de sua loja em um shopping e economizou cerca de R$ 20 mil em apenas três meses”, afirmou Hélio Gomes.

Na Pratik Materiais Elétricos são mais de 10 modelos de lâmpadas de LED. Segundo o proprietário, a mais procurada é a de 15 W, que corresponde a uma lâmpada incandescente de 150 w e custa R$ 39,90. Já para quem pretende utilizar o produto em gesso ou PVC, Gomes diz que os painéis de LED são uma boa opção. "Estão tomando lugar das luminárias embutidas com lâmpadas eletrônicas. Esteticamente fica muito mais bonito, além de economizar". O produto sai a partir de R$ 54,90. O comércio funciona de segunda-feira a sábado das 9h às 19h.

Você pode gostar