Por marcelle.abreu

O ano mal tinha começado e o Hospital Geral de Nova Iguaçu cancelou consultas e cirurgias por problema crônico na região: falta d’água. No campo político, seguindo rastro moralizador no país, prefeitos e ex-presidentes de câmaras foram multados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Justiça afastou o prefeito de Itaguaí, Luciano Mota, e em seu lugar assumiu o vice, Weslei Pereira. A reboque, a Câmara de Magé abriu processo para cassar o prefeito Nestor Vidal. Mas o ano não foi só de más notícias. O ministro da Cultura, Juca Ferreira, foi a São João de Meriti e anunciou editais no valor de R$ 15 milhões. Verbas que devem criar mais empregos e desenvolvimento para uma região que não para de crescer. Afinal, não foi à toa que em julho a Firjan apontou a Baixada como responsável por 14% do PIB no estado. Que venha 2016.

Ministro da Cultura%2C Juca Ferreira%2C esteve na Baixada para lançar editais de Cultura para estado do Rio. Os editais foram abertos e as iFABIO GONÇALVES /05.08.2015




















O prefeito de Itaguaí%2C Luciano Mota%2C foi afastado do cargo pela Justiça em março por suspeita de desviar royalties do petróleo e dinheirDivulgação




















Nova Iguaçu%2C Meriti%2C Caxias e Belford Roxo ficaram nas últimas posições do ranking divulgado pelo Instituto Trata Brasil%2C que avaliou as condiDivulgação




















O Hospital da Posse cancelou consultas e cirurgias eletivas por falta de água. Muitos pacientes passaram dias sem banho e até sem água para bebDivulgação





















Com forte vocação econômica%2C a Baixada é responsável por 14% do Produto Interno Bruto (PIB) de todo o estado%2C segundo levantamento da FirjanDivulgação

kkk

Você pode gostar