Cidades da Baixada usam redes sociais para evitar tragédias

Municípios iniciam obras para evitar enchentes com as chuvas de verão

Por O Dia

O verão já começou trazendo chuvas fortes características dessa época. Nessa estação do ano aumenta a preocupação com as enchentes. E para se prevenir as prefeituras da Baixada têm se preparado.

Em Duque de Caxias a prefeitura tem desenvolvido ações nos quatro distritos do município. Limpeza constante de rios e valões, desobstruções de galerias são algumas atividades postas em prática. Um convênio foi assinado com o governo federal para a dragagem do Rio Meriti. A obra irá beneficiar bairros do primeiro distrito como Lagunas e Dourados, Prainha, Engenho do Porto, Parque Vila Nova e Ideal entre outros.

Uma retroescavadeira faz a remoção de lixo e terra do Rio Sarandi%2C que corta o bairro Mucajá I%2C em JaperiDivulgação

Para evitar que as enchentes causem estragos a prefeitura de Japeri tem realizado dragagem dos canais e rios que cortam o município. Para o secretário de Obras e Serviços Públicos, Delton Lima, a ação é fundamental. “O desassoreamento de canais e rios é feito durante todo o ano, mas estamos dando uma atenção especial neste período para evitar que as fortes chuvas que estão por vir causem prejuízo à população”, explicou. Além da limpeza de canais e rios, diversas ruas receberam novas tubulações de água pluvial, drenagem e pavimentação, facilitando o escoamento da água.

A Prefeitura de Itaguaí decidiu enfrentar o problema de forma planejada. Nos últimos dois meses rios e canais onde há maior risco de enchentes por conta do assoreamento vêm sendo dragados. É o caso do Trapiche, Ponte Preta e Mangueira. Manilhas de drenagem da água da chuva que estão entupidas e degradadas serão substituídas. A Defesa Civil prepara uma campanha de orientação à população quanto à forma correta de descarte do lixo e do entulho, fatores que agravam o problema das inundações.

As ações de prevenção às chuvas desenvolvidas em Mesquita pela prefeitura são realizadas em atendimento à campanha Construindo Cidades Resilientes, da Estratégia Internacional para a Redução de Desastre da ONU. Limpeza e dragagem dos rios, além da instalação de pluviômetros em pontos estratégicos também estão entre as atividades desenvolvidas.


GESTÃO DE CRISE
Além das ações para prevenir enchentes, as prefeitura se preparam também caso elas aconteçam.

A Defesa Civil de Nova Iguaçu deve criar um grupo no WhatsApp para que os órgãos envolvidos no plano se comuniquem rapidamente em caso de acidente. 

Em Belford Roxo há uma sala de monitoramento e gerenciamento de riscos, onde são controladas as informações passadas pelo Climatempo, pelos pluviômetros e pela Estação Hidrológica, equipamento que monitora em tempo real o nível do rio Botas e ajuda na emissão de alertas de risco para a população.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada