Por julia.amin

Araruama - Araruama já conta com as novas instalações da agroindústria de farinha no Galpão Agroindustrial do distrito de São Vicente. A obra de recuperação, entregue pela prefeitura recentemente, vai beneficiar cerca de cem pequenos produtores rurais, contribuindo para valorizar o trabalhador agrícola e viabilizar sua participação na comercialização dos produtos.

Inaugurado em 2005, o espaço nunca funcionou adequadamente e não dispunha das condições necessárias para atender às demandas de um mercado cada vez mais exigente. Mas, a partir da visita do prefeito Miguel Jeovani, em fevereiro de 2013, definiu-se uma nova perspectiva para o espaço, com adequação sanitária e legalização. Isto possibilitou a venda do produto final beneficiado para o comércio da região e a merenda escolar.

Secretário de Agricultura%2C Narcizo Junior e o prefeito Miguel Jeovani acompanharam a entrega da obraDivulgação


A agroindústria recebeu ainda uma nova sala, destinada a reuniões e cursos, além de instalação de pisos e azulejos. O produtor rural Antonio Freire foi um dos primeiros a experimentar o novo espaço e resume bem o grau de importância da pequena indústria de beneficiamento para a comunidade local.

“Eu sou pequeno produtor e tinha que vender meu aipim in natura. Agora eu fabrico a farinha e posso vendê-la pronta e com preço acessível. Isso é muito bom porque dá incentivo aos outros produtores a aumentar ainda mais a produção de farinha no município”, disse.

Para Miguel Jeovani, a iniciativa de implantar as melhorias no local vem se somar às muitas obras que vêm sendo entregues à comunidade de São Vicente de Paulo, como a padaria escola, o consultório de odontologia e, em breve, uma nova creche.

“O beneficiamento da farinha vai contribuir para a geração de emprego e renda, resgatando uma importante cultura de nosso município”, disse o prefeito, anunciando a aquisição de um novo trator, que ficará à disposição dos pequenos produtores rurais do município.

Recursos do Pronaf

A obra foi realizada com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

O secretário de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Narcizo Júnior, ressaltou aspectos econômicos que favorecem diretamente o pequeno produtor rural: “Hoje o produtor tem o benefício de estar numa agroindústria toda adequada, e já contamos com o selo de inspeção, que vai possibilitar a venda dos produtos dentro da legalidade junto aos supermercados e ao comércio de maneira geral”, informou o secretário, acrescentando que a agricultura local terá outros investimentos.

Você pode gostar