Por fernanda.magalhaes

Rio - Os cerca de 50 mil alunos das 144 unidades que compõem a rede de educação de São Gonçalo estão ingerindo frutas, legumes e hortaliças sem agrotóxico na merenda escolar. Isto porque a prefeitura passou a comprar toda a produção dos agricultores locais. Com esse projeto, pioneiro no estado, a cidade concorre a 8ª edição do Prêmio Prefeito Empreendedor, cujo resultado será conhecido em maio. A iniciativa visa a reconhecer a capacidade administrativa dos gestores que elaboram os melhores projetos em prol do desenvolvimento das micro e pequenas empresas que atuam na cidade.

No refeitório%2C alimentos coloridos montam pratos mais saudáveis Divulgação

O prefeito Neilton Mulim, que visitou as plantações, garante que, além de oferecer uma merenda de melhor qualidade aos alunos, o projeto ainda gera renda e emprego para a cidade. Quanto à indicação ao Prêmio Prefeito Empreendedor, Mulim disse que é o reconhecimento de um trabalho sério e fundamental para o crescimento e desenvolvimento da cidade.

“Eu fui criado na área rural de São Gonçalo. Venho de Monjolos e sei a importância da atividade rural. Era preciso incentivar os pequenos produtores rurais que, através da agricultura familiar, buscam seu sustento. Cerca de 5% da cidade é área rural. Junto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da subsecretaria de Agricultura, procuramos os caminhos para auxiliar esses produtores e acreditamos que o melhor caminho seja mesmo a merenda escolar. Hoje, cerca de 30% do orçamento do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação são destinados à compra da produção dos pequenos produtores. Os agricultores têm a certeza de que podem produzir porque nós vamos comprar essa produção”, explicou o prefeito durante a visita que fez às plantações.


Você pode gostar