Por adriano.araujo

Rio - Serão conhecidos nesta segunda-feira os vencedores do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2014, que incentiva ações para apoio e fortalecimento das micro e pequenas empresas nos municípios. A oitava edição da premiação, bienal, será no Palácio Guanabara e deve contar com a presença de boa parte dos 26 prefeitos que estão concorrendo.

Para o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que participará da cerimônia, o prêmio tem papel importante para incentivar boas práticas de gestão nos municípios: “Os gestores se empenham na implantação de políticas e ações em diversas áreas. Investir em gestão significa criar condições para uma cidadania real.”

Finalista%2C Barra Mansa criou centro de atendimento a empreendedorDivulgação

O superintendente do Sebrae-RJ, Cezar Vasquez, diz que o prêmio não é apenas uma maneira de reconhecer boas iniciativas. “Elas passam a compor um banco de casos, que poderão servir de exemplo para outros gestores e são importantes para auxiliar no processo de aprimoramento da gestão pública municipal”, explica.

O prêmio traz duas novas categorias: ‘Pequenos Negócios nos Eventos Esportivos’, para avaliar iniciativas que aproveitam as oportunidades criadas pela Copa e Olimpíadas, e ‘Novos Projetos’, para contemplar futuras iniciativas de apoio ao empreendedorismo por parte de prefeitos que estão em seus primeiros mandatos. Pela primeira vez, um mesmo prefeito pode concorrer em duas categorias.

Premiado nas etapas estadual e nacional da última edição, o prefeito de Três Rios, Vinicius Farah (PMDB), foi contemplado com viagens aos Estados Unidos e Europa para conhecer outras iniciativas de incentivo ao empreendedorismo. “Pude acompanhar in loco o que é feito em outros países e ouvir um pouco sobre o que os empreendedores de lá tinham a dizer. Voltei com novas ideias para implementar”, conta ele, que concorre este ano nas categorias ‘Melhor Projeto’ e ‘Novos Projetos’.

Também na disputa, o prefeito de Barra Mansa, Jonas Marins (PCdoB), afirmou que “99% das empresas instaladas e em funcionamento na cidade são micro e pequenas. São elas que mais geram postos de trabalho, portanto merecem todo o apoio do poder público.”

Reportagem de Paulo Cappelli

Você pode gostar