Prefeito de Três Rios ganha o prêmio máximo do Sebrae

Apoio aos pequenos negócios muda economia da cidade. Outras sete prefeituras são premiadas

Por O Dia

Rio - Foi com o mesmo ‘tapete vermelho’ estendido para a Nestlé há um ano e meio que Dona Maria, de 70 anos, foi recebida na Prefeitura de Três Rios para abrir uma pequena confeitaria na garagem da casa dela. O exemplo foi citado por Vinicius Farah (PMDB) para justificar a sua escolha como vencedor do Prêmio Prefeito Empreendedor 2014, organizado pelo Sebrae-RJ para reconhecer iniciativas de apoio ao empreendedorismo e pequenos negócios no estado.

A premiação, que já é considerada o ‘Oscar da gestão municipal’, foi entregue nesta segunda-feira pelo governador Luiz Fernando Pezão, e reuniu mais de 300 pessoas no Palácio Guanabara, entre políticos e lideranças empresariais. Dos 92 municípios do estado, 87 se inscreveram e 26 ficaram entre os finalistas.
Uma das cinco únicas do estado excluídas da lista dos royalties do petróleo, que ajudam a engordar o caixa das prefeituras, Três Rios conta com as pequenas e microempresas para garantir a gestão da cidade de 77 mil habitantes (na conta do IBGE) ou 120 mil (na conta do prefeito).

Sem royalties do petróleo%2C Vinicius Farah mirou nas pequenas empresas para alavancar a economia de Três Rios%3A prêmio das mãos do governadorDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Foi graças ao apoio aos pequenos negócios que o município do Centro-Sul Fluminense, a 126 km da capital, conseguiu atrair 1.146 empresas e gerar mais de nove mil empregos em quatro anos e meio, o que contribuiu para elevar em 161% a arrecadação de ISS.

Em discurso municipalista, Pezão enfatizou a importância do apoio do estado às prefeituras para ajudar no equilíbrio das contas públicas, especialmente com as recentes reduções nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Em 32 anos de vida pública, entendo que o Brasil não tem solução se não fortalecer o município. Nos últimos anos, mais atribuições são criadas para os municípios, que recebem cada vez menos recursos”, disse o governador, com a “autoridade” de quem já foi prefeito por duas gestões.

Eleito o primeiro Prefeito Empreendedor do estado, em 2006, quando administrava Piraí, com 26 mil habitantes, ele também elogiou a iniciativa, que “gera visibilidade” aos gestores. “O exemplo de Pezão nos motivou a não ficar chorando pelos quatro cantos a falta de recursos”, disse o prefeito de Três Rios. É a segunda vez que Farah ganha o prêmio: na primeira, há dois anos, foi escolhido também o mais empreendedor do país e ganhou viagens a cidades dos Estados Unidos e Europa para conhecer experiências municipais empreendedoras. No dia 3 de junho, Farah representará novamente o estado na etapa nacional do prêmio, em Brasília.

Além de Farah, foram premiados os prefeitos de Itaiaia e Casimiro de Abreu, em segundo e terceiro lugares, enquanto os de Cantagalo, Resende, Rio das Ostras, São João de Meriti e Natividade foram contemplados como destaques temáticos. A cerimônia se transformou em ato informal de apoio a Pezão nas próximas eleições. Ao DIA, pelo menos três prefeitos declararam apoio ao candidato: os de Três Rios, Casimiro e Cantagalo.

Itatiaia cria 3 mil empregos em cinco anos

O projeto ‘Itatiaia, a Cidade do Futuro’, que gerou três mil empregos em cinco anos, a partir da criação da Sala do Empreendedor, rendeu ao prefeito Luiz Carlos Ferreira Bastos (PP) a segunda colocação no prêmio. “Conseguimos multiplicar por quatro a arrecadação do município em cinco anos”, disse o prefeito, em seu segundo mandato.

Em Itatiaia%2C prefeito Luiz Carlos Ferreira Bastos diz que já conseguiu quadruplicar a arrecadação de impostosDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Os vencedores dos Destaques Temáticos foram Sandro Matos Pereira, de São João de Meriti, na categoria Desburocratização; Saulo Domingues Gouvêa, de Cantagalo, em Compras Governamentais; Marcos Antonio Toledo, de Natividade, na categoria Lei Geral Implementada; José Rechuan Junior, de Resende, no destaque Pequenos Negócios em Eventos Esportivos; e Alcebíades Sabino dos Santos, de Rio das Ostras, em Novos Projetos.

Ex-lavrador aposta na roça

Filho de um plantador de tomate de Paty do Alfares, Antônio Marcos de Lemos Machado, hoje prefeito de Casimiro de Abreu pelo PSC, trabalhou na lavoura até os 10 anos de idade. Foi lá na plantação que viu o pai morrer, atingido por um raio, há 17 anos. Em sua segunda gestão à frente do município de pouco mais de 35 mil habitantes, decidiu apostar no apoio aos pequenos empreendimentos rurais para alavancar a economia local.

Antônio Marcos%2C de Casimiro de Abreu%2C faturou dois prêmios%3A destaque em negócios rurais e melhor projetoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

“Hoje, beneficiamos cerca de 300 produtores rurais. Oferecemos máquinas, insumos, assistência técnica e apoio na comercialização. Na semana que vem, vamos abrir um mercado municipal”, conta o prefeito. Foi com o projeto Desenvolvimento Rural Sustentável que ele conquistou o terceiro lugar na premiação e foi também vencedor da categoria ‘Pequenos Negócios no Campo’.

Reportagem de Rosayne Macedo

Últimas de _legado_O Dia no Estado