Em Piraí, navegar é preciso

Cidade é única do estado com Internet grátis e uma das primeiras do continente a dar um computador a cada aluno

Por O Dia

Rio - A generosa canção ‘Banda Larga Cordel’, de Gilberto Gil, só fez crescer a fama de Piraí, única cidade do estado com internet grátis e uma das primeiras do continente a dar um computador a cada aluno. Mas os encantos da pequena notável do Vale do Paraíba vêm bem mais de longe do que o mundo virtual. Desde 1772, seus moradores são protegidos, do alto da colina, pela Igreja de Sant’ Ana.

A atual construção, robusta, é de 1830, herança do ouro e do café. Hoje, dá mais glamour ao festival de gastronomia, que a cada outubro mobiliza chefs renomados e atrai tantos forasteiros que chega a engarrafar a Via Dutra. 

O Casarão de Arrozal%2C acima%2C hospedou os imperadores Pedro I e Pedro IIAziz Filho / Agência O Dia

Mais irresistível ainda é a tentação de ficar parado, vendo o tempo não passar, na pracinha São João, no povoado de Arrozal, a 19 quilômetros. Nas cores clássicas das fazendas de café — azul e branco — o conjunto histórico do coreto, da capela e do Casarão de Arrozal — que hospedou os imperadores Pedro I e Pedro II — está para ganhar uma reforma e se firmar como templo da vocação musical do povoado, de fortíssima influência dos escravos.

A primeira-dama Maria Lúcia Cautiero Horta Jardim é a ativista número um do projeto, o que enche os moradores de esperanças de que ele sairá do papel. Enquanto a reforma não vem, a cidade não se descuida de sua joia, há meses enfeitada para os jogos da Copa do Mundo.

Últimas de _legado_O Dia no Estado