Disputa, fé e tradição no Corpus Christi

Fiéis de várias cidades do interior se mobilizam para bater recordes na confecção de tapetes de sal

Por O Dia

Rio - Um espetáculo que mistura fé, tradição e arte popular espera pelos moradores e visitantes que decidirem passar o feriado de Corpus Christi em diversas cidades do interior do estado. É a confecção de tapetes de sal, serragem e outros materiais recicláveis que enfeitam as ruas e mobilizam fiéis. Este ano, o ritual ganha um novo componente: o espírito de competição entre os participantes desta empreitada, que esperam superar seus limites e bater os próprios recordes.

Em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, cerca de 500 voluntários de 12 paróquias vão se juntar para montar o que prometem ser o maior tapete do mundo. Serão 2.014 metros de comprimento, todos em materiais recicláveis. A preparação começa às 6h de quinta-feira, a tempo de pegar a procissão, que acontece à tarde. Com o feito, a cidade pretende entrar para o Guiness Book (o livro dos recordes). Atualmente, o tapete mais extenso tem 2.012 metros e foi feito no interior da China.

Araruama quer manter o título de preparar o maior tapete de sal do interior do estado%3A são 60 toneladas de materiais em dois quilômetrosDivulgação

“Nos anos anteriores, o tapete era feito com sal grosso e tinta xadrez. Este ano, vamos utilizar 60 toneladas de dolomita, um mineral calcário, e tinta de corante alimentício. Quando tudo acabar, o material será recolhido, transformado em adubo orgânico, e distribuído para os agricultores”, explicou Wilson Heidenfelder, presidente do Convention & Visitors Bureau, que organiza o evento, junto à Diocese de Campos, com apoio da prefeitura. Com isso, a cidade deve desbancar São Gonçalo, que,ano passado, divulgou ter confeccionado o maior tapete da América Latina, com 50 toneladas de sal grosso e duas de serragem.

Já Araruama, na Região dos Lagos, tem meta mais “modesta”: manter em casa o título de maior tapete de sal do interior do estado. Organizada pela Paróquia de São Sebastião, com apoio da prefeitura, a confecção é feita mediante inscrição prévia. Cada interessado deve levar dois quilos de alimentos a cada tapete a ser criado. O trabalho começa às 22h de quarta-feira e deve ser concluído até meio-dia de quinta.

O secretário paroquial Rodrigo Cabral falou das proporções da celebração. “São 300 tapetes com dois quilômetros e meio de extensão. Cerca de seis toneladas são usadas para fazer tudo. A festa é muito grande. Quase três mil pessoas participam todos os anos”, destacou. “As 27 pastorais trarão sua motivação. A Pastoral Carcerária, por exemplo, vai confeccionar um tapete ligado à liberdade. Já a Pastoral da Saúde fará um sobre bem-estar”, acrescentou Frei Ronaldo, responsável pela paróquia.

Procissão no Centro histórico

Outra cidade famosa pela procissão de Corpus Christi é Paraty, na Costa Verde. O centro histórico vai receber tapetes de vários tipos de material, como serragem colorida, pigmentos, cal, flores e pó de café. Os desenhos são elaborados nessa ornamentação com as figuras de Jesus, do cálice da Ceia e outros motivos eucarísticos.

Já em Cabo Frio, na Região dos Lagos, a celebração ao ar livre é o ponto alto da programação, que deve atrair mais de 100 mil pessoas no feriadão. A confecção dos tapetes começa na quarta-feira, às 20h, e continua na quinta-feira, até as 13h. A tradição reúne voluntários de escolas e empresas e fiéis de movimentos católicos.

Gastronomia e compras mais baratas

As cidades turísticas aproveitam o feriadão para promover festivais gastronômicos e feiras de varejo. Em Paraty, acontece o Festival do Camarão, que celebra o fim do defeso, tempo em que é proibida a pesca do crustáceo. A festa acontece na Ilha do Araújo, onde são servidos pratos à base de camarão.

Em Cabo Frio, haverá a 4ª edição do Festival da Sardinha. Promovido pela prefeitura, o almoço será servido com 17 pratos a R$ 15. A cidade abrigará ainda a 11ª edição da Feira Forte, a maior de varejo do interior, organizada pela Associação Comercial, Industrial e Turística (Acia). Serão mais de 200 expositores
e descontos de até 70%.

Últimas de _legado_O Dia no Estado