Por adriano.araujo

Rio - Pescadores de Angra dos Reis terão um motivo especial para comemorar o seu dia hoje e também celebrar o padroeiro, São Pedro. É que 44 das 70 embarcações que trabalham na pesca do camarão rosa receberão a licença permanente para a atividade. As demais estão em processo de licenciamento e operando com a licença provisória.

A pesca do crustáceo, mais valorizado no mercado e abundante em Angra, Paraty e Mangaratiba, na Baía da Ilha Grande, necessitava de uma licença especial, que passou a ser concedida pelo Ministério da Pesca e Aquicultura, de forma provisória, a partir de maio deste ano, após articulações da Prefeitura de Angra.

“Cada barco trabalha com três pescadores e isso significa dizer que atualmente temos cerca de 230 pescadores que trabalham exclusivamente na pesca do camarão. No período de defeso (março a maio) esses pescadores são contemplados pelo seguro-defeso”, explicou a prefeita de Angra, Conceição Rabha.

Em 2013, a produção de camarão na cidade chegou a 157 toneladas, contra 207 em 2012. Há previsão de recorde este ano. A entrega das licenças definitivas acontecerá durante almoço festivo oferecido pela Secretaria Municipal de Pesca e Aquicultura na sede da Cooperativa de Pescadores de Angra dos Reis (Propescar) para os associados e familiares.

Você pode gostar