Fazendas do Vale do Café abrem as portas para concertos

Sarau em homenagem a Dorival Caymmi inicia roteiro rural do festival que agita 14 cidades

Por O Dia

Rio - Começa nesta sexta-feira (18), com uma apresentação da pianista Bianca Gismonti, no Hotel Fazenda Florença, em Conservatória, distrito de Valença, a programação do Festival Vale do Café nas fazendas históricas da região, o ponto alto do evento, que está em sua 12ª edição.

O festival começou no dia 7, com oficinas musicais para 350 jovens talentos de todo o país na cidade de Vassouras. A programação também inclui apresentações gratuitas em praças públicas, igrejas e casarões antigos. Ao todo, 14 cidades, a maioria na Região Sul Fluminense, participam desta edição.

Este ano, o grande homenageado do evento é o músico baiano Dorival Caymmi. Para levar a atmosfera da Bahia para a fazenda, a Florença promoverá um sarau teatral e musical batizado de “Caymmi e o Vale do Café”, que mostrará três passagens do músico pela região. Na apresentação, vários personagens estarão recebendo Dorival com trajes e chapéus de época.

O grupo de Jongo da Florença também se apresentará, dançando para homenagear Caymmi. “Ainda fará parte do cenário uma escultura em papel em tamanho natural do próprio Dorival já octogenário, dando sua bênção, de autoria do artista plástico Henrique Resende”, afirma Paulo Roberto Santos, proprietário do hotel e idealizador do sarau.

O brunch “Um banquete para Dorival Caymmi” terá iguarias baianas inspiradas nas preferências alimentares do artista, como empadinhas de bobó de camarão, acarajé, croquetes de xinxim de galinha, quindins de iaiá, entre outros. “Essas delícias permitirão que os comensais façam uma viagem no tempo e no gosto de Caymmi”, diz Ana Roldão, pesquisadora de gastronomia histórica que assina o cardápio.

Viagens de Caymmi pelo interior do Rio

Na primeira viagem à região, com apenas 24 anos, no ano de 1938, Dorival Caymmi e o amigo, Jorge Amado, que moravam no Rio de Janeiro, foram a Sebastião Lacerda, distrito de Vassouras, para visitar o amigo Carlos Lacerda, que estava passando uma temporada na casa da sua família. "Durante este encontro, os três amigos compuseram uma bela música em parceria, ‘Beijos pela Noite’”, disse Santos.

Anos depois, em 1985, o artista foi à cidade de Valença para ser padrinho de casamento de um amigo e, em 1994, esteve em Conservatória especialmente para ser homenageado pelos seresteiros. Lá, seguindo a tradição, inaugurou uma placa gravada com o nome da música "Beijos pela Noite”. Essa passagem será lembrada no sarau, quando músicos seresteiros cantarão algumas canções consagradas.

O festival acontece nas cidades de Vassouras, Valença, Rio das Flores, Paty do Alferes, Miguel Pereira, Engenheiro Paulo de Frontin, Paracambi, Mendes, Barra do Piraí, Piraí, Pinheiral, Volta Redonda, Barra Mansa e Resende (Visconde de Mauá).

A programação completa e informações sobre ingressos para os concertos nas fazendas podem ser acessadas no site www.festivalvaledocafe.com

Últimas de _legado_O Dia no Estado