Por thiago.antunes

Rio - A cidade de Barra Mansa, no Sul Fluminense, finalmente vai desatar o nó de um imbróglio que já dura sete anos: a criação de um acesso de 600 metros que liga a Via Dutra à Zona Especial de Negócios (ZEN) do município. Com 114 mil metros quadrados, o terreno já foi praticamente todo pavimentado e recebeu iluminação, mas a falta do acesso dificulta a instalação de empresas na ZEN, impedindo a geração de empregos. Nesta terça-feira, o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Antônio Cezar e Silva, anunciou ao DIA que a prefeitura vai lançar um edital de licitação dentro de 30 dias para retomar a obra.

“Em 2007, foram feitas as desapropriações, além de obras de asfalto, drenagem, terraplangem e redes de esgoto e água. Um acesso provisório foi construído, mas a concessionária que administra a Nova Dutra não aprovou. Por isso, as obras ficaram paradas por todo esse tempo”, destacou. O secretário disse ainda que o novo projeto já foi aprovado e publicado na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Área que pertencia à antiga Edimetal foi desapropriada e será utilizada para criação da segunda Zona Especial de Negócios do municípioDivulgação

“O governo passado gastou R$ 4 milhões com essas obras, mas tivemos que refazer o projeto. Acredito que este acesso custará algo em torno de R$ 2 milhões. Vai valer a pena. Com tudo pronto, haverá uma maior oferta de empregos e geração de renda na cidade”, afirmou. A área foi planejada para abrigar 23 empresas, boa parte delas já instaladas na cidade, que vão ter um local adequado para a manutenção e expansão dos negócios.

“Queremos dar mais segurança às empresas localizadas à margem dos rios Barra Mansa e Paraíba do Sul, que sofrem com as enchentes. Assim, elas vão poder investir em maquinários e modernizar seus equipamentos. Não haverá aquele medo com alagamentos que hoje em dia é constante”, completou o secretário. Antônio Cezar ressaltou que novas empresas também devem se instalar na ZEN.

O prefeito Jonas Marins (PCdoB) destacou a importância da ZEN para os trabalhadores de Barra Mansa. “A economia da cidade tende a crescer com a chegada das empresas. Além disso, cerca de mil empregos serão gerados por esses empreendimetnos juntos”. O prefeito disse também que depois de se fixarem, as empresas terão que fazer a recuperação ambiental das áreas onde serão instaladas. A área fica no Km 261, sentido Rio de Janeiro, às margens da Rodovia Presidente Dutra, próximo ao bairro São Sebastião.

Prefeito Jonas Marins diz que as 23 empresas vão gerar mil empregos Divulgação

Nova ZEN já está a caminho

Enquanto tenta agilizar o processo em torno da ZEN, paralisado desde 2007, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Barra Mansa disse que outra Zona Especial de Negócios está sendo criada. “Semana passada estive em São Paulo para uma reunião com algumas pessoas, com a ideia de atrair empresas das mais diversas atividades para essa outra área. Serão 600 mil metros quadrados, à beira da Via Dutra. O espaço é muito bom e muita gente vai vir para cá”, antecipou.

De acordo com o secretário, a área, que pertencia à antiga metalúrgica Edimetal, está quase pronta. “Só falta retirar a ponte rolante. Estamos fazendo um plano diretor. Este espaço já tem toda a infraestrutura necessária. O principal atrativo é que há um terminal ferroviário lá dentro. Vamos sentar com o governo do estado, para conseguirmos também dar incentivos fiscais, como isenção de ICMS”, explicou.

O prefeito Jonas Marins também elogiou a escolha do terreno: “É uma das melhores áreas para implantação de empresas ao longo da Dutra. Tenho certeza de que, com esses empreendimentos, Barra Mansa dará um salto para alavancar seu desenvolvimento econômico”.

Você pode gostar