Por vinicius.amparo

Rio - O juiz da 130ª ZE de São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, Luiz Alfredo Carvalho Junior, tornou inelegível por oito anos, nesta terça-feira (16), a vereadora Patrícia Miranda Cherene (PTB), por compra de votos e abuso de poder político. A sentença prevê a posse imediata do suplente. Também perderam o cargo o candidato derrotado à reeleição a prefeito, Francisco Lemos (PR), e sua vice, Sandra Regina Henriques (PSDC).

Em 2012, eles utilizaram servidores municipais em horário integral na campanha, prometendo vantagens se ambos fossem eleitos. Os três foram ainda multados em 15 mil UFIRs, cerca de R$ 38 mil para cada um.

A vereadora só ficará no cargo se obtiver liminar (decisão temporária) suspendendo os efeitos da sentença enquanto o recurso não for julgado pelo tribunal. Segundo município mais pobre do estado, São Francisco do Itabapoana elegeu para a prefeitura, em 2012, o primo da vereadora, Pedrinho Cherene (PSC). Todos podem recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

Você pode gostar