Projeto realizado no Casarão Cultural de Arrozal, em Piraí, capacita moradores

Alunos participantes dos cursos tiveram aulas diárias com foco em restauração. Cerca de 35 moradores foram capacitados

Por O Dia

Rio - Após 4 meses de aulas teóricas e práticas no Casarão Cultural de Arrozal, o projeto Obra Escola capacita 35 moradores do distrito de Arrozal, em Piraí. Objetivo é o grupo atuar em diversas funções desenvolvidas dentro de uma obra de restauro. Muitos dos participantes do projeto devem integrar a equipe responsável pela restauração do Casarão.

Desde o mês de abril deste ano, estão sendo realizadas oficinas sobre preservação do patrimônio histórico e aperfeiçoamento de mão de obra qualificada ministradas por arquitetos, engenheiros, técnicos em restauro, historiadores, entre outros profissionais. As aulas do projeto são divididas em módulos que abordam temas como Educação Patrimonial e História do Casarão; Arqueologia; Prospecções e Restauração Artística; Museologia; Leitura e interpretação de plantas; Segurança no trabalho; Argamassa de Cal; Pintura em argamassa; Marcenaria; Carpintaria para telhados históricos e Instalações Elétricas e Hidráulicas.

A restauração do Casarão Cultural de Arrozal foi idealizada pela Irmã Elizabeth Alves, presidente da Associação dos Comunicadores de Arrozal,que é a proponente do projeto cultural e fará a escolha da empresa que vai executar o restauro. “Quero que a empresa que escolhermos contrate os alunos capacitados pelo nosso projeto”, conta a Irmã.

“Começamos a utilizar o Casarão para sediar a Pastoral da Criança em 1993. Desde então desenvolvemos uma série de atividades socioculturais para a população, dentre elas oficinas de artesanato e jongo (dança africana). Criamos ainda o Museu do Negro, que conta um pouco mais da historia afro-brasileira da região. A vida da comunidade passa por aqui”, conclui a Irmã Elizabeth Alves.

O Casarão, ou antiga Fazenda Sobrado, como era conhecido, é localizado na praça principal do distrito de Arrozal, e faz parte do patrimônio histórico e cultural da cidade de Piraí. O local é um ícone de construção de um tempo. Construído pela família Breves, a edificação é um exemplo da arquitetura civil que marca o Ciclo do Café. A restauração do local tem a finalidade de corrigir problemas estruturais e de conservação, além de otimizar a distribuição do espaço para sua utilização atual.

O espaço abriga atualmente atividades socioculturais que atendem cerca de 10.000 mil pessoas por mês.

O Casarão de Arrozal%2C hospedou os imperadores Pedro I e Pedro IIAziz Filho / Agência O Dia


Últimas de _legado_O Dia no Estado