Por vinicius.amparo

Rio - Foi realizado nesta terça-feira (28) pela Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), operação para combater o furto de energia em Itaboraí e São Gonçalo. Equipes da distribuidora percorreram as cidades fiscalizando residências e comércios para coibir a ação dos furtadores. Durante a fiscalização, técnicos da empresa e peritos da Polícia Civil constataram irregularidades na medição de energia em uma residência em São Gonçalo e uma padaria em Itaboraí. Os proprietários foram presos em flagrante.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, os chamados “gatos de luz” afetam diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põem em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a Ampla realiza, além dos operativos, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda e revisão gratuita de instalações elétricas de consumidores com menor poder aquisitivo.

Você pode gostar