Por thiago.antunes

Rio - Considerada um símbolo da história de Nova Friburgo, a centenária fábrica de tecidos Ypu é alvo de uma disputa judicial. A prefeitura da cidade da Região Serrana deverá brigar na Justiça pela posse do local, após ter vencido o leilão do imóvel de 305 mil metros quadrados pelo valor de R$ 15 milhões. Em decisão de primeira instância no último dia 31, a Justiça Federal aceitou os embargos levantados pela Associação Nova Ypu e declarou nulo o arremate da fábrica pela prefeitura no leilão realizado dia 20 de maio deste ano.

O prefeito Rogério Cabral (PSD) lamentou a decisão, mas adiantou que o município continua interessado na aquisição do imóvel e espera que o Judiciário promova um novo leilão o mais rápido possível. Nesta terça, Cabral e o secretário municipal de Fazenda, Juvenal Condack, anunciaram que pretendem resgatar o valor corrigido, depositado judicialmente, que é de R$ 15.161.943,35, bem como a parte destinada ao leiloeiro (R$ 758.097.16). A partir daí, vão avaliar a possibilidade de recorrer da decisão judicial.

Na antiga fábrica de tecidos%2C prefeitura pretende instalar parte de sua estrutura e uma faculdade de MedicinaDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

O juiz federal Eduardo Francisco de Souza indicou em sua sentença que, embora não tenha levado em consideração diversos pontos de argumentação levantados pelos autores do embargo, decidiu pela anulação da compra baseado na falta de avaliação e autorização legislativa para a aquisição do imóvel — questão considerada por ele suficiente para o “deslinde da controvérsia”.

O prefeito informou que o objetivo da prefeitura ao comprar o prédio é instalar no local as secretarias de Obras, Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, além de vários departamentos que hoje se encontram em imóveis alugados, como o almoxarifado das secretarias de Saúde e Educação. É de interesse também do governo municipal utilizar parte do imóvel para a instalação de uma universidade pública.

“O prédio da Fábrica Ypu é importante para que a prefeitura possa se reorganizar fisicamente. Além disso, continuamos interessados em repassar parte do imóvel para que a UFF (Universidade Federal Fluminense) possa implantar em Nova Friburgo o sonhado curso de Medicina”, destacou. A fábrica, que já chegou a empregar 1.400 operários, hoje funciona com apenas 60. Fundada em 1912, a unidade teve seu auge na década de 60 A marca Ypu surgiu em 1954.

Você pode gostar