Por vinicius.amparo

Rio - Quatro empresas – Lubru Construções Ltda, Volume Construções e Participações Ltda, Hécio Gomes Engenharia Ltda e FW Empreendimentos Imobiliários e Construções Ltda – estão disputando a licitação para realizar a obra do Hospital do Câncer de Nova Friburgo, na Região Serrana. A previsão é que o processo seja concluído até o início de dezembro, com a abertura dos envelopes com as propostas de preço.

O investimento total para a construção da unidade especializada em oncologia será de R$ 93, 6 milhões, sendo R$ 10 milhões para a desapropriação do CAVS – já realizada; R$ 48,6 milhões para as obras e ainda R$ 35 milhões em equipamentos.

O hospital terá 200 leitos, sendo 30 de oncologia infantil. Estão previstas 288 consultas por dia no ambulatório e 3.960 procedimentos cirúrgicos por ano. O hospital será construído no antigo prédio do CAVS, na Ponte da Saudade.

O prefeito Rogério Cabral e o secretário municipal de Saúde, Luiz Fernando Azevedo, além de vários vereadores, compareceram ontem à sede da Secretaria Estadual de Obras (Seobras) para acompanhar a abertura da licitação do Hospital de Oncologia da cidade.

Para o prefeito, este é um sonho para toda a população serrana e um alívio para milhares de pacientes que são obrigados a enfrentar duras jornadas para receber tratamento médico no Rio de Janeiro. Segundo Rogério Cabral, a implantação do hospital é fruto de uma vontade política do atual governo estadual.

“Em 2007, ainda vereador, fiz a indicação legislativa para a construção do Hospital do Câncer. Depois, na Assembleia Legislativa, fiz o mesmo. Agora, no exercício do mandato de prefeito, estou tendo a oportunidade de viabilizá-lo. Vamos entregar o Hospital do Câncer dentro do nosso mandato. Isso significa dignidade para as pessoas e suas famílias que enfrentam dificuldades e são obrigadas a fazer grandes locomoções para outros municípios para receber tratamento”, destacou.

Você pode gostar