ANA estende vazão mínima do rio Paraíba do Sul até 31 de dezembro

Medida que busca preservar os estoques de água disponíveis no reservatórios pode afetar abastecimento do Norte Fluminense

Por O Dia

Riio - Foi publicada no Diário Oficial da União de ontem mais uma resolução da Agência Nacional de Águas (ANA) que prorroga a redução temporária da vazão mínima afluente à barragem de Santa Cecília, em Barra do Piraí, até 31 de dezembro. O documento mantém a redução da vazão mínima de 190 metros cúbicos por segundo para 160m³/s, que vem sendo adotada desde 1º de setembro.

Para a agência, a medida busca preservar os estoques de água disponíveis no reservatório equivalente da bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, que é composto pelos barramentos de Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil. A decisão considerou a atual situação hidrometeorológica desfavorável da região.

Segundo o diretor do Comitê do Baixo Paraíba, João Gomes Siqueira, essa nova resolução da ANA só vem confirmar que a crise no rio Paraíba ainda não acabou e pode piorar ainda mais. “Isso já demonstra para a gente que as recentes chuvas não foram suficientes e o problema continua. Embora esta resolução seja ruim para o Norte e Noroeste fluminense, temos de acreditar que esta é a melhor atitude”, disse.

Já para Vera Lúcia Teixeira, vice-presidente do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap), a situação não melhora ou piora. Continua na mesma. “ Para a gente aqui não muda nada, essas determinações já vem sido mantidas há três meses. Precisamos ficar de olho é nesses acordos de transposição”, comentou.

Últimas de _legado_O Dia no Estado