Ameaça de invasão à Cedae em São João da Barra

Moradores pedem a municipalização

Por O Dia

Rio - Com o encerramento do prazo estabelecido em decreto do município para a transferência do abastecimento de água da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) para a Prefeitura de São João da Barra, moradores ameaçaram ontem invadir o prédio da companhia. Durante a manhã e a tarde, o edifício da empresa foi protegido por policiais militares.

De acordo com o prefeito da cidade, José Amaro de Souza Neco (PMDB), a Cedae usa argumentos jurídicos para não cumprir o decreto municipal. “A prefeitura vai encaminhar a resposta da concessionária para o Ministério Público e esperar pela melhor decisão”, disse o prefeito. Em nota, a Cedae informou que já deu entrada em pedido de liminar para suspender os efeitos do decreto. A companhia afirma ainda que espera a decisão da Justiça e que tomou todas as medidas cabíveis.

Últimas de _legado_O Dia no Estado