Trânsito pesado longe do centro histórico de Vassouras

Cidade tem 60 dias para adotar medidas

Por O Dia

Rio - Veículos pesados não poderão mais circular pelo centro histórico de Vassouras, no Sul Fluminense. Esta foi a recomendação do Ministério Público Federal (MPF) em Volta Redonda e que a prefeitura promete acatar. A cidade tem 60 dias para adotar medidas, se estruturar para fiscalizar, instituir sanções e colocar obstáculos e placas de sinalização.

O procurador da República Julio José Araujo Junior disse que diversos caminhões cruzam o município para trafegar entre as rodovias Presidente Dutra e BR-393, passando pelas principais ruas do centro histórico. “Esses veículos pesados levam riscos à proteção de edifícios e prejudicam a circulação de pessoas”.

Vassouras é a única do interior do Rio no PAC das Cidades HistóricasDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

A prefeitura também deve fazer registros fotográficos dos veículos que não atenderem à proibição. Os proprietários e motoristas serão identificados e informados ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“As placas de sinalização devem ficar prontas em um mês. Vamos fiscalizar as ruas a partir do Carnaval, junto com a Polícia Militar. O caminhão que for pego vai ser multado”, afirmou o diretor do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), Leonardo Figueiredo.

Vassouras foi o único município do interior do estado a receber recursos do PAC das Cidades Históricas para a preservação do patrimônio cultural. Serão R$ 26,8 milhões para recuperar oito imóveis, todos do século 19.

Últimas de _legado_O Dia no Estado