'Esticada' de turistas na Região dos Lagos favorece comércio e emprego

'Aproveitamos para fazer caixa. No Carnaval, vendemos uma média de 7.600 pães diariamente', diz gerente de padaria

Por O Dia

Rio - A esticada do feriadão de Carnaval até o próximo fim de semana está lavando a alma de milhares turistas, trabalhadores temporários e do comércio da Região dos Lagos. É a turma para quem o Carnaval ainda não acabou.

Bom para quem está se divertindo e para quem está faturando, como a Padaria Conquista, no Centro de Cabo Frio. A gerente Marileide de Almeida, de 34 anos, calculou que a produção de pães durante o período de folia praticamente triplicou, chegando à quantidade diária de 7.600 pães franceses. Para dar conta, teve que contratar dois funcionários, que também estão satisfeitos com o dinheiro extra.

Pôr do sol em Saquarema%3A convite à esticada das folgas de CarnavalJoana Costa / Agência O Dia

“Aproveitamos para fazer caixa. No Carnaval, vendemos uma média de 7.600 pães diariamente. No restante do ano, a produção é de 2.600 por dia. O movimento caiu após a Quarta­feira de Cinzas, mas ainda está muito acima do normal”, explicou Marileide. Bolos, tortas e rosquinhas também saíram mais, segundo a gerente.

Segundo estimativa da prefeitura de Cabo Frio, cerca de 800 mil pessoas foram passar o feriado no município, que terá desfile de escolas de samba e blocos hoje, sábado e domingo. A expectativa é de que pelo menos 270 mil pessoas saiam da cidade somente no domingo.

As vendas da Drogaria Atual, em Bacaxá, distrito de Saquarema, também subiram. Segundo o atendente Ricardo da Silva, os medicamentos mais procurados no feriadão foram os usados na prevenção ou cura de mal-estar e da ressaca. “Vendemos cerca de 1.500 medicamentos do tipo a mais do que os dias normais na cidade”, disse.

O lado negativo ficou pelo atendimento na área de saúde. No Hospital Geral de Arraial do Cabo, o atendimentos triplicou. “Normalmente recebemos de 80 a 150 pacientes. Esse número triplicou e vai ficar assim até o próximo domingo”, disse a ouvidora Ieda Correia.

Hotéis na Serra festejam ocupação

Em Petrópolis, o setor hoteleiro comemorou a taxa de ocupação de 100%, durante o Carnaval. Em alguns hoteis e pousadas, os visitantes chegaram já na sexta-feira, dia 14. No sofisticado Hotel Solar do Império, no Centro Histórico da Cidade Imperial, todas as 24 suítes foram reservadas.

“Já não havia quartos disponíveis para o feriado, desde o Réveillon,” disse o recepcionista Sidnei da Silva, que também já não dispunha de quartos para o fim de semana.

No Hostel Petrópolis, com 13 quartos, o empresário Marcelo Oliveira comemorou o movimento, que superou o de 2014. No distrito de Itaipava, na Região Serrana, o fenômeno se repetiu.

Últimas de _legado_O Dia no Estado