Sirenes para alerta de chuvas devem ser instaladas em todo o estado

É o que prevê projeto aprovado nesta terça-feira (24), na Alerj. Até agora, há equipamentos instalados em 16 cidades

Por O Dia

Rio - Projeto de lei aprovado hoje (dia 24), em primeira discussão, pela Assembleia Legislativa do Rio quer garantir a instalação de sirenes de alerta de chuvas em todo o Estado do Rio, em áreas já mapeadas e que vierem a ser identificadas como de risco pela Defesa Civil.

Atualmente, o governo do estado já instalou sistemas do tipo em 16 municípios, atendendo a mais de 130 mil pessoas. Nas cidades serranas de Petrópolis,Teresópolis e Friburgo há 83 equipamentos instalados. Os parlamentares, no entanto, querem todas as áreas de risco fluminenses sejam cobertas pelas sirenes.

Na justificativa do projeto, os deputados licenciados Bernardo Rossi e Rafael Picciani, ambos do PMDB, lembram episódios em que sistemas de alerta salvaram vidas e explicam como funcionará a gestão dos sistemas.

"Os equipamentos terão que ser monitorados pelos técnicos das Defesas Civis dos municípios, sob coordenação da Defesa Civil estadual. Os técnicos devem disparar o alarme quando houver previsão de chuvas acima de 40 milímetros", justificam.

Para Bernardo Rossi, o sistema de alertas, usado em inúmeros países com incidência de acidentes climáticos e que investe em prevenção devem ser tornar obrigatório em todo o país. “Este tipo de equipamento pode e deve ser usado em outras áreas sempre com a avaliação da Defesa Civil. Além da Região Serrana, cidades de Baixada sofrem com inundações e as sirenes também podem ser usadas nestes casos”, completa.

"Esse projeto é uma das ideias que saíram da série de encontros com técnicos de todas as áreas de Defesa Civil ouvidos pela Alej durante a CPI das Chuvas. "Mais do que ser um investimento espontâneo ele passa, com a lei, a ser obrigatório e a população tem assim mais chances de cobrar sua aplicação", afirma Rafael Picciani.


Últimas de _legado_O Dia no Estado