Banco de Leite de Maricá precisa de doações

Mães podem doar leite materno e também recipientes de vidro para serem esterilizados. O alimento atende bebês em UTIs da região

Por O Dia

Maricá (RJ) - O Banco de Leite do Posto de Saúde Central de Maricá está precisando de doações de leite materno e recipientes de vidro com tampas de plástico (postes de maionese ou azeitona, por exemplo), que são esterilizados pelas equipes de saúde.

A coleta é feita nas residências das próprias doadoras – mães que estejam amamentando – por uma equipe especializada, mediante agendamento prévio pelo telefone 2637-3395. As mulheres também recebem orientações sobre amamentação e importância do leite materno. A prioridade é alimentar os recém-nascidos internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) públicas da Região Metropolitana.

O leite coletado em Maricá é encaminhado para o Hospital Universitário Antônio Pedro, em Niterói, único banco de leite humano da região, que atende toda demanda e também recebe apoio dos municípios de São Gonçalo, Niterói e Rio Bonito.

O líquido é depositado nos frascos de vidro, pasteurizado no hospital e armazenado em local refrigerado adequadamente. A enfermeira do Posto de Saúde Central de Maricá, Karina Oliveira, reforça a necessidade da doação. “Precisamos aumentar nosso estoque que está muito baixo”, afirma a enfermeira. “Um litro de leite alimenta por dia 10 crianças na UTI”, completou.

O Banco de Leite, com coordenação da fonoaudióloga Suzane Nunez, fica na Rua Clímaco Pereira, 241, nas dependências do Posto de Saúde Central. Os potes de vidro devem ser entregues na própria unidade, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. ?

* Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Maricá.

Últimas de _legado_O Dia no Estado