Por eduardo.oliveira

Rio - Serão entregues em maio as obras de recuperação de 32,5 quilômetros da RJ-145, localizada na Região Sul Fluminense. A rodovia estadual está passando por obras de recuperação, com implantação de acostamentos e terceira faixa no trecho compreendido entre Belvedere, distrito de Barra do Piraí, e o entroncamento com a RJ-147, em Valença. 

A RJ-145 é a principal ligação do município de Valença com a Via Dutra. Essa estrada passa por áreas rural e urbana, onde há produções de gado, leite e metalurgia e é uma importante via de ligação para o Estado de Minas Gerais. Avaliada em R$ 95 milhões, a obra do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) beneficia principalmente as cidades de Barra do Piraí, Valença e Rio das Flores.

O DER informou que já concluiu 60% da restauração da rodovia, onde usa a técnica de pavimentação com asfalto borracha, reconhecida e premiada internacionalmente. Ao todo, trabalham na obra 75 funcionários com apoio de caminhões; carretas; patrols; retroescavadeiras e escavadeira hidráulica, entre outros equipamentos.

Os esforços estão concentrados na execução dos serviços de drenagem; terraplenagem; pavimentação e restauração, com construção de acostamento e terceira faixa. 

A estrada

Com 108 quilômetros de extensão, a RJ-145 liga o distrito de Passa Três, no município de Rio Claro ao distrito de Manoel Duarte, em Rio das Flores. Seu primeiro trecho, tendo como ponto de partida o distrito de Passa Três em Rio Claro, começa no entroncamento desta rodovia com a RJ-139 e segue até o Centro do Município de Piraí.

No segundo trecho, que beira o lago formado pelas águas do Rio Piraí, a rodovia segue até o Centro de Barra do Piraí. Em seu terceiro e último trecho, denominado Rodovia Alberto Santos Dumont, parte de Valença ao distrito de Manuel Duarte, de Rio das Flores, após atravessar sua sede, onde encontra a RJ-151.

* Com informações da assessoria do DER-RJ.

Você pode gostar