Por eduardo.oliveira
Publicado 16/03/2015 20:41 | Atualizado 16/03/2015 20:43

Rio - Em 30 dias, a secretaria de Fiscalização de Obras Públicas de Teresópolis, na Região Serrana,  entregará a unidade do Centro de Hemodiálise pronta. Projetada para ser referência estadual no procedimento dialítico, a nova clínica vai oferecer tratamento de ponta para 105 pacientes por dia, divididos em três turnos.

Devido à complexidade e longa duração do tratamento de pacientes dialíticos, a maior preocupação da prefeitura é oferecer à população um centro de excelência, com o que existe de mais moderno e durável no país.

“O Centro de Hemodiálise foi inteiramente projetado para atender as necessidades reais dos pacientes e não apenas para oferecer um local de tratamento clínico. Além da sala de diálise em si, o centro também terá uma sala especial para pacientes portadores de Hepatite A, B e C, e outra exclusiva para a recuperação após o procedimento”, explicou o subsecretário de Fiscalização de Obras Públicas, José Cláudio Cunha de Oliveira.

De acordo com Marco Antônio Santos, arquiteto responsável pela edificação, o projeto técnico foi desenvolvido por uma empresa especializada em hemodiálise e atende 100% as normas da RDC 11 da Anvisa, com o objetivo de alcançar os mais altos padrões de qualidade.

Localizado no bairro da Tijuca, o prédio tem piso antiderrapante e a acessibilidade está garantida em toda extensão da clínica, desde a entrada até aos banheiros. As paredes receberam impermeabilização antes da colocação dos azulejos e as portas de fórmica facilitarão a limpeza e a higiene em todos os ambientes.

O descarte de materiais e detritos também conta com esquema especial em área anexa ao prédio, evitando assim qualquer risco de contaminação. “Não é uma obra que daqui a um ano vamos ter que fazer reparos nela”, concluiu o subsecretário José Cláudio.

Você pode gostar