Aparelho de raio x impede entrada de munição no Fórum de Resende

Rapaz que carregava os artefatos estava acompanhando a mãe para uma audiência criminal quando foi surpreendido pela segurança da portaria ao tentar entrar no prédio

Por O Dia

Rio - Um aparelho de raio x evitou que uma pessoa entrasse no Fórum de Resende, na Região Sul Fluminense, com 10 munições calibre 22 em sua mochila. A informação foi divulgada pelo juiz Marvin Ramos Rodrigues Moreira, diretor do fórum, localizado a cerca de 150 quilômetros da capital. “É importante que as pessoas saibam que a segurança está em funcionamento nos fóruns, evitando, com isso, novas ações criminosas”, afirmou o magistrado.

O rapaz que carregava a munição estava acompanhando a mãe para uma audiência criminal quando foi surpreendido pela segurança da portaria ao tentar entrar no prédio, no último dia 17. “Só não conseguiu o seu intento porque os seguranças detectaram a existência das munições por meio do uso do equipamento de raios x”, contou o juiz.

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) vem instalando câmeras de monitoramento, detectores de metais e equipamentos de raios x para reforçar a segurança dos fóruns em todo o estado. A medida permite a vistoria de bolsas, pastas e mochilas, de modo a impedir a entrada de qualquer tipo de arma ou munição nas dependências do TJRJ. Quem tiver porte de arma deverá acautelar o armamento antes de entrar no fórum. Caso fique constatado que a arma é ilegal, o responsável será detido.

A iniciativa do TJRJ cumpre a Resolução 104/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que estabelece a necessidade de reforçar a segurança nas unidades do Judiciário com varas criminais, por meio de controle de acesso, instalação de câmeras de vigilância, aparelhos detectores de metais, além de policiamento ostensivo.

Últimas de _legado_O Dia no Estado