Funcionários de setores públicos entram em greve em Angra dos Reis

Adesão marca primeiro dia de greve do funcionalismo

Por O Dia

Rio - Servidores públicos municipais de Angra dos Reis, na Baía da Ilha Grande, decretaram greve por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira (01) . A ação foi tomada após decisão da Prefeitura de Angra não conceder reajuste salarial este ano. Neste primeiro dia, a adesão foi parcial. Os serviços mais afetados foram os de saúde e educação.

A secretaria de Educação informou que das 75 escolas e creches públicas, 22 unidades funcionaram normalmente e outras 21 de forma parcial. Na secretaria de Saúde, a maior parte das unidades do programa Estratégia de Saúde da Família (ESF's) não funcionou. Estiveram fechados os ESF’s da Glória, Bonfim, Sapinhatubas, Morro da Caixa d'Água, Morro do Peres, Morro da Cruz, Morro da Carioca, Serra d'Água, Gamboa/Pontal, Areal I e II, Campo Belo I, II e III, Japuíba I, II e III, Banqueta, Nova Angra, Cantagalo, Jacuecanga I, II e III, Bracuí, Boa Vista, Vila Histórica, Frade I, II, III, IV e V, Parque Mambucaba I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII e IX, e Abraão.

Também estão fechados os Centros de Especialidades Médicas de Jacuecanga e o da Japuíba. Houve adesão parcial dos agentes da Vigilância Ambiental que atuam no Centro da cidade. Todos os servidores dos setores administrativos da secretaria de Saúde trabalharam normalmente.

Para garantir o atendimento de emergência foi assegurado o funcionamento na UPA da Japuíba, SPA Parque Mambucaba, Policlínica da Cidade, SPA Vila do Abraão, ESF Praia do Provetá e Hospital Geral da Japuíba. As farmácias públicas dos CEM Centro e Japuíba (das 8h às 17h), UPA da Japuíba (24 horas), SPA Parque Mambucaba (7h às 22h durante a semana e 7h às 19h nos finais de semana) e SPA Vila do Abraão (Ilha Grande). As viagens para tratamento fora do domicílio e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192) também estão garantidos. Servidores que optaram pela não adesão ao movimento estão orientados a colaborarem com as unidades e serviços que permanecem em funcionamento.

No Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), 15 funcionários da regional da Japuíba aderiram à paralisação. O abastecimento de água na região pode sofrer irregularidade, mas os servidores que não aderiram à paralisação estão estão percorrendo o sistema de captação e distribuição. O Saae recomenda à população que economize água.

Através de nota oficial, a prefeitura de Angra dos Reis informou que julga oportuno esclarecer à população e ao próprio funcionalismo, que mantém o respeito e a cordialidade com a categoria, fato demonstrado ao longo desta administração seja no trato direto com os servidores, seja no relacionamento com o sindicato da categoria.

A despeito dessa relação respeitosa, porém, a Prefeitura tornou público em audiência na Câmara Municipal de Vereadores sobre os resultados do 3º Quadrimestre de 2014, que seu percentual de gasto com pessoal chegou em 59,72% da Receita Corrente Líquida no último ano. O limite de alerta determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal é de 51,5%.

Últimas de _legado_O Dia no Estado