Por vinicius.amparo

São Gonçalo (RJ) - O prefeito de São Gonçalo, Neilton Mulim, visitou as obras de reforma do abrigo de menores, no bairro Vista Alegre. A unidade, que será reinaugurada em três meses, também receberá a unidade do Centro de Acolhimento e Cidadania (CAC), que é um espaço para as crianças serem atendidas por psicólogos, assistentes sociais e serem encaminhadas a abrigos.

Inaugurado há 20 anos quando Neilton era presidente da Fundação de Apoio à Educação e Assistência à Infância e Adolescência de São Gonçalo (Fiasg), o espaço nunca recebeu obras de reforma e melhorias. O projeto inicial do abrigo também era para receber apenas meninas ou jovens grávidas, entretanto, com o passar dos anos acabou abrigando meninos também.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social, Habitação, Infância e Adolescência, Ana Cristina, hoje o abrigo atende a 13 menores, sendo 10 meninas e três meninos. E, com a reforma, o espaço passará a receber apenas meninos. As meninas receberão acolhimento em outra unidade, que ficará no bairro Jardim Catarina. “A situação da unidade estava deplorável e não havia condições de darmos dignidade a infância dessas crianças. Agora o abrigo terá mais quartos e banheiros, além de ter acessibilidade também. Estamos nos preparando para oferecer um atendimento muito melhor. Queremos tratar a infância desses menores com respeito”, destacou Ana Cristina.

O abrigo recebe crianças através da Vara de Infância e Juventude ou que são encaminhadas pelo Conselho Tutelar, que são maiores de seis anos. Já as crianças que possuem de zero a seis anos de idade são abrigados pelo projeto “Família Acolhedora”, que são famílias que tem interesse em dar um lar a essas crianças por seis meses, com a ajuda da Prefeitura, mas sem intenção de querer adotar.

Você pode gostar