Por tabata.uchoa

Rio - A seca que assola os municípios do Norte do estado está fazendo com que criadores de gado procurem alternativas para salvar sua produção de leite. Há cerca de uma semana, a Secretaria de Agricultura de Campos deu início a uma produção experimental de silagem (ração animal) com pés de abacaxi. Até então o material utilizado era o bagaço da cana-de-açúcar, produto antes abundante na cidade. A iniciativa busca evitar que o gado continue morrendo por desnutrição.

Secretário de Agricultura%2C Luiz Eduardo Crespo%2C diz que a descoberta do abacaxi como ração animal trouxe nova esperança aos produtores Divulgação

Jorge Crespo, um dos maiores produtores de leite da região, diz que o uso do abacaxi é uma tentativa de salvar o patrimônio dos criadores de gado. “Ainda é apenas uma experiência, mas estamos rezando para dar certo porque a situação de Campos e de toda essa região aqui é muito crítica. Não temos como lutar contra uma seca desse nível.” Crespo afirma que todas as reservas de água e ração que os produtores tinham já foram usadas.

O secretário de Agricultura, Luiz Eduardo Crespo, afirma que só a partir das primeiras chuvas de março foi possível observar o tamanho do estrago da estiagem em Campos. “Não vai ter alimento para o gado, a cana não vai se desenvolver. O resultado disso são muitos produtores vendendo seu rebanho, principalmente para São Paulo, Goiás e Mato Grosso”, diz.

De acordo com dados da Secretaria de Agricultura de Campos, a estimativa de perdas até aqui com a estiagem são de 1 milhão de toneladas de cana-de-açúcar e 9 mil cabeças de gado, totalizando R$ 200 milhões.

O secretário disse ainda que a preocupação é com os produtores leiteiros, já que a cana, que seria a principal ração dos animais, já foi usada. “Começamos a pensar alternativas e, junto com pesquisadores, descobrimos o abacaxi. Estamos pensando em fazer o mesmo com a mandioca.”

Jorge Crespo espera que essa alternativa dê certo. “Cada dia é um dia que nos preocupa. Nós vemos os animais emagrecendo, debilitados, morrendo. Estamos apostando tudo no abacaxi. Os pesquisadores dizem que em termos de nutrição é uma alimentação que vai superar a qualidade da cana”, diz.

Você pode gostar