Açu completa 1 milhão de toneladas de minério de ferro embarcadas

Contrato para construção de seis berços de atracação para apoio à exploração offshore da Petrobras acelera o desenvolvimento do porto

Por O Dia

Rio - O secretário de Estado de Transportes Carlos Roberto Osorio, acompanhado do prefeito de São João da Barra, no Norte Fluminense, Neco, e do diretor presidente da Prumo Eduardo Parente, visitou nesta terça-feira (14),  o Porto do Açu, em São João da Barra. Com embarque de 150 mil toneladas de minério de ferro completados hoje, o porto atingiu a marca de 1 milhão de toneladas de ferro exportadas. Além disso, na visita, o secretário Osorio e o prefeito Neco acompanharam o início das obras para construção de seis berços de atracação, construídos pela empresa internacional Shouest, a maior operadora logística de apoio offshore do mundo, que venceu licitação da Petrobras para apoio e operação às plataformas da empresa na Bacia de Campos.

Com a entrega deste empreendimento, o Porto do Açu se tornará um dos principais pontos de apoio na operação de exploração de petróleo da Petrobras. Também foram vistoriadas as obras de ampliação do porto que incluem novos píeres, plataformas de atracação, dragagem de canais, entre outros. As obras do Porto do Açu geram hoje 6 mil empregos diretos e as empresas instaladas no porto empregam outras 2,5 mil pessoas. Quando o projeto for concluído o Porto do Açu terá 17 km de píeres e será o maior porto do Brasil, colocando o Rio de Janeiro como líder na logística do Sudeste brasileiro.

“O Porto do Açu já é uma realidade. Trata-se de um empreendimento transformador que vai posicionar o estado do Rio como líder em logística na região Sudeste e contribuirá não somente com o desenvolvimento do Norte Fluminense, como trará mais competitividade ao país e reduzirá o custo Brasil na movimentação de grandes volumes cargas”, disse o secretário de Estado de Transportes Carlos Roberto Osorio.

Durante o encontro também foram discutidos os aspectos logísticos da nova ferrovia Rio-Vitória (ES-118), que integrará o Porto do Açu com os portos de Vitória e Central, no Espírito Santo, além dos portos de Macaé, Rio de Janeiro e Itaguaí. As equipes técnicas dos dois estados junto com representantes da ANTT e do Ministério dos transportes, estão em fase de análise do projeto, incluindo a modelagem econômica e financeira, quando o Ministério dos Transportes agendará audiência pública.

Últimas de _legado_O Dia no Estado