Por vinicius.amparo

Macaé (RJ) - Na manhã desta quinta-feira (16), cerce de 30 integrantes do Movimento Sem Terra (MST) invadiram a Prefeitura de Macaé, no Norte Fluminense. Os manifestantes, com bandeiras e dizeres em cartazes, reivindicavam o direito de ter uma audiência com o prefeito da cidade, Aluízio Junior (PV), mas só foram recebidos pelo secretário de Governo e um vereador. Entre as principais solicitações do grupo, estavam tratores, sementes e transporte público para seus integrantes.

Na exigência de seus direitos, o MST pediu ainda, a criação de um plano de reflorestamento do assentamento, implantação de sistema de coleta de lixo, que atualmente é artesanal, fiscalização das matas para coibir ação de caçadores e avaliação da água do córrego Bom Jardim, que fornece água ao assentamento.

Através de nota, a prefeitura de Macaé informou que uma nova reunião foi agendada com uma comitiva do grupo e o prefeito na próxima semana para tratar das reivindicações.

Você pode gostar