Por vinicius.amparo

Rio - O presidente do TRE, desembargador Edson Vasconcelos, negou o pedido do ex-deputado federal Jorge de Oliveira, o Zoinho (PR), segundo colocado na disputa pela prefeitura de Volta Redonda em 2012, para assumir imediatamente o lugar do atual prefeito, Antônio Francisco Neto (PMDB), cassado no último dia 7 pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Segundo o desembargador, compete exclusivamente ao TSE determinar "o momento e os termos da execução da decisão prolatada no Recurso Especial nº 521-83, por meio de comunicação a ser expedida a este Tribunal Regional Eleitoral". O presidente destacou que a decisão do TSE ainda não foi publicada, "inviabilizando, também por esse motivo, o cumprimento imediato da condenação".

Leia mais: Prefeito é cassado, e Volta Redonda terá nova eleição

De acordo com a assessoria jurídica do prefeito Neto, ele permanece realizando suas funções. "O Zoinho tentou pedir a posse dele antes do posicionamento do TSE. Isso é totalmente incabível. O acórdão sequer foi publicado. Tal atitude demonstra a conduta do segundo colocado. O prefeito Neto recebe a decisão do TRE com muita serenidade e espera as novas determinações", disse o advogado responsável pelo caso, Bruno Calsat.

Você pode gostar