Prefeito e secretário de Mangaratiba são presos por fraude em licitações

Políticos responderão por fraude em licitações, falsificação de documentos, formação de quadrilha e coação de testemunhas no curso do processo

Por O Dia

Rio - Agentes da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) prenderam, na manhã desta sexta-feira (17), o prefeito de Mangaratiba, Evandro Bertino Jorge, o Evandro Capixaba, e o secretário de Segurança e Ordem Pública, Sidney Ferreira, durante operação realizada no município. A ordem de prisão alcançou, ainda, o secretário de Comunicação, Roberto Pinto dos Santos, que está foragido. Eles responderão pelos crimes de fraude em licitações, falsificação de documentos, formação de quadrilha e coação de testemunhas no curso do processo.

A denúncia contra o prefeito e os dois secretários foi oferecida pelo subprocurador-geral de Justiça de Assuntos Institucionais e Judiciais, Alexandre Araripe Marinho, por delegação do procurador-geral de Justiça, Marfan Martins Vieira, perante a Seção Criminal do Tribunal de Justiça. Além dos mandados de prisão, foi requerida ainda a indisponibilidade de bens do prefeito e de outros integrantes da quadrilha, além da suspensão do exercício funcional dos servidores públicos envolvidos no crime.

Ao todo, estão envolvidas na fraude 44 pessoas, entre servidores do município e empresários. As investigações foram iniciadas na 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Angra dos Reis, que apurou fraudes em contratações realizadas pela Prefeitura nos anos de 2011 e 2012. Em novembro de 2014, foram apreendidas nas sedes da Prefeitura de Mangaratiba e do Jornal O Povo, em Vila Isabel e no Centro do Rio, documentos referentes a centenas de licitações irregulares, que embasaram o processo criminal.

Últimas de _legado_O Dia no Estado