Por lucas.freitas

Vale do Paraíba (RJ) - Em meio a região motanhosa do Vale do Café, conjunto de 15 municípios da região do Vale do Paraíba do Sul Fluminense, vai ser aberto ao público, a partir de hoje, um novo espaço para eventos, festas, passeios, seminários: o jardim Uaná Etê. Localizado em Sacra Família do Tinguá, distrito do município de Engenheiro Paulo de Frontin, Uaná Etê, integrado a uma exuberante paisagem natural é um verdadeiro jardim de bem estar. 

A harpista Cristina Braga e o compositor e contrabaixista Ricardo Medeiros são os idealizadores do projeto. A abertura da programação cultural acontece com o evento Materna, em uma homenagem ao Dia das Mães, nos dias 8 e 9 de maio. A programação inclui o recital reunindo Cristina Braga, sua filha Antonia Medeiros, mezzo soprano, e o seu sobrinho, o violoncelista Miguel Braga. O Materna também vai proporcionar ao público uma palestra com a administradora de empresas, pós-graduada em RH, terapeuta e professora de Alinhamento Energético, Gabriela Carvalho, tendo como tema “A Maternidade e a Natureza” e nos dois dias haverá um chá da tarde preparado com delícias do “terroir” das montanhas cariocas.

Homenagem ao Dia das Mães

Nos dias 8 e 9 de maio, a programação vai ser direcionada para homenagear o Dia das Mães. No comando da gastronomia, a chef Patrícia Medeiros, do Culinart Buffet preparou um buffet com a equipe de Uaná Etê.

O evento marca a abertura de uma série de eventos culturais que vão acontecer a partir de agora no local. No dia 8 de maio, às 16h, a terapeuta e professora de Alinhamento Energético e Constelações Organizacionais Sistêmicas, Gabriela Carvalho vai falar sobre “A Maternidade e a Natureza”. Logo em seguida, às 17h, um delicioso chá que leva o nome de “Campestre com Natureza” repleto de iguarias da culinária do campo vai ser servido ao público.

No sábado, dia 9 de maio, às 16h, é a vez do recital Materna, com a harpista Cristina Braga e participação especial do violoncelista Miguel Braga.  O repertório, que reporta à maternidade, vai girar em torno acalantos e contos de fada, instrumentos utilizados pelas mães para transmitir valores a seus filhos. Às 17h, o chá da tarde “Contos de Fada”, com mais delicias fecham o tema com chave de ouro..


Você pode gostar