Brasil Offshore será aberta nesta terça-feira (23), em Macaé

Terceira maior feira de petróleo do mundo espera 53 mil visitantes e congressistas até quinta

Por O Dia

Macaé (RJ) - Macaé volta a ser o centro das atenções do setor de petróleo mundial a partir desta terça-feria (23). A oitava edição da Brasil Offshore – Feira e Conferência Internacional da Indústria de Petróleo e Gás vai reunir 53 mil pessoas, entre expositores, compradores, visitantes e estudantes. até sexta-feira (26), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. O evento é o primeiro encontro da indústria do ano e o principal na Bacia de Campos, responsável por 80% da produção nacional de petróleo.


Estão confirmadas, além da Petrobras, mais de 700 empresas, sendo 155 internacionais, como Weatherford, Oil States, Air Liquide, Bosch, National Oilwell Varco, Mobil, Parker, Mills, Wärtsilä, Cosan e as operadoras Shell, BP e Repsol e ainda mais de 150 novas empresas, de setores como sísmica, produtos químicos, indústria naval, válvulas, vedação, tubulação, E&P, entre outros. A expectativa é que a iniciativa gere aproximadamente R$ 1 bilhão para as empresas candidatas a fornecer produtos e serviços ao setor de petróleo e gás e 18 mil empregos diretos e indiretos, estimulando a demanda por mão de obra

A abertura terá a participação do prefeito Aluízio dos Santos Júnior, o Dr. Aluízio, presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), do governador Luiz Fernando Pezão, do senador José Serra (PSDB-SP), do diretor-geral da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Elói Fernández e Fernández, e do secretário executivo do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Milton Costa Filho,

O jornalista econômico George Vidor fará um panorama do setor. Mudanças para a área petrolífera para as regras em vigor de exploração de partilha do pré-sal serão debatidos no painel ‘Inflexões sobre petróleo: um novo marco regulatório’. Tramita no Congresso a proposta do senador José Serra que altera o modelo de partilha atual, em vigor desde 2010, que fixa uma participação mínima de 30% da Petrobras entre as empresas que compõem o consórcio responsável pela exploração. Serra propõe um novo modelo de exploração de partilha do pré-sal, diminuindo o percentual da empresa e favorecendo o mercado.

Em visita ao Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, na última sexta-feira (19), o prefeito Dr. Aluízio destacou que o evento terá como principal discussão o presente e o futuro do petróleo no Brasil. "A Brasil Offshore acontece num momento em que as pessoas querem saber para onde vai o petróleo", disse o prefeito. "Esse é um momento único para a cidade e para o país, em que trazemos para Macaé a discussão desse cenário".

Os principais representantes do setor de petróleo e gás estarão em Macaé. "Pelo quadro em que vivemos hoje no país, é hora de superação, de enfrentamento da crise. O município está pronto para esse momento, com toda infraestrutura. É um evento privado, mas que movimenta toda a região. A expectativa é que essa seja 'a feira'", pontuou Dr. Aluízio.

O prefeito percorreu todo o Centro de Convenções e as tendas que abrigarão a Brasil Offshore, acompanhado do secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnológico e Turismo, Vandré Guimarães. "O mercado não fica esperando, ele é proativo, precisa sobreviver. A expectativa é que nessa edição da Brasil Offshore tenhamos mais relacionamentos de negócios realizados, pois será um momento em que as empresas virão com um maior direcionamento", ressaltou Guimarães.

Igor Tavares,diretor de Eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado, que organiza o evento, destacou que a Brasil Offshore terá um apelo maior. "Os principais representantes do setor estarão aqui, entre empresas e instituições como a Onip, IBP e Abespetro (Associação Brasileira das Empresas de Serviço de Petróleo)", afirmou.

Programação da prefeitura

No auditório (Salão Macaé), às 14h desta terça-feira, será realizado o painel "Inflexões sobre petróleo: um novo marco regulatório". Em seguida, os encontros serão no estande, a partir das 16h30, com a palestra "Planejamento de Carreira", que será ministrada pelo gerente de RH da Paragon, Ruy Figueiredo.

Já às 18h30, haverá o seminário "Desenvolvimento Econômico e Tecnológico do Município", com Carlos Eduardo Lopes da Silva. Para encerrar o primeiro dia, às 19h, o tema será "Licenciamento e Fiscalização Ambiental: Direito e Deveres do Empreendedor", que será abordado pelos representantes da Secretaria de Ambiente, Edinilson Régis e Caroline Ramos Medeiros.

Na quarta-feira (24), as palestras começam às 16h30. Neste horário, será "Como posso agregar valor à empresa e em meu próprio desenvolvimento", que será apresentada pelo supervisor de Desenvolvimento de RH da Ventura Petróleo, Hugo Polidoro. Além disso, às 17h30, haverá "Cenários do setor de Petróleo e Gás", com Glauco Nader. Já, a partir das 18h30, acontecerá o seminário "Desenvolvimento Econômico e Tecnológico do Município", com Carlos Eduardo Lopes da Silva. A última apresentação será às 19h30min, "Incubadora de Empreendimentos Tecnológicos: Um Celeiro de Start up em Macaé", que será ministrada pelo representante do Instituto Macaé de Ciência e Tecnologia, Flávio Vallejo.

No terceiro dia da Feira, quinta-feira (25), a programação começa, às 14h, com "Diálogos de RH – O RH nos momentos de Adversidade e o Fator Humano na Gestão de Empresas de Energia". O encontro será no auditório do Centro de Convenções. Já no estande, os participantes podem prestigiar, às 16h, " Incubadora de Empreendimentos Tecnológicos: Um Celeiro de Start up em Macaé" e, em seguida, às 17h, terá apresentação "A logística no plano de Mobilidade Urbana de Macaé", com a professora da Escola Politécnica da UFRJ / COPPETEC, Eva Vider. Às 19h, terá "Encontro com empresários da cadeia produtiva de Petróleo, Gás e Energia".

O último dia da Brasil Offshore, sexta-feira (26), os interessados podem participar, no auditório do estande da prefeitura, do "Papo empreendedor: o empreendedorismo driblando a crise", das 14h às 19h, com cases de sucesso de 12 de empreendedores locais. A partir das 14h, será o tema "Cidade Universitária", com a representante da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), Débora Lacerda.

Em seguida, às 15h, será a vez de "Dando a volta por cima", com a gerente de RH da Atlas Professionals, Helen d´Angely. A próxima palestra é "Alternativa econômica para serviços de qualidade", às 16h, um case empresa júnior. A gerente de RH do grupo Vilarejo, Aline Gomes, falará sobre "Qualificação Profissional: Alavancando a Carreira", às 17h.


Últimas de _legado_O Dia no Estado