Por lucas.freitas

Rio - A Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude viabilizará o repasse de R$ 6 milhões para implementar 60 projetos esportivos no interior fluminense. A iniciativa se dará pelo programa Jogando Junto, que será lançado pelo governador Luiz Fernando Pezão e pelo secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antônio Cabral, nesta quarta-feira (01/7), no Palácio Guanabara.

Os recursos serão transferidos com base na Lei Pelé, que prevê a utilização de receita das loterias federais em iniciativas deste âmbito. O aporte será liberado em duas quotas de R$ 3 milhões. A segunda parcela estará disponível em 2016.

"É dever do estado promover e aprimorar o esporte que, assim como a cultura, auxilia na formação moral dos nossos jovens. A Lei Pelé é um importante mecanismo para desenvolver novas práticas, principalmente neste momento de reequilíbrio financeiro", afirmou Pezão.

Cada um dos 60 projetos selecionados será contemplado com R$ 100 mil. Do total de propostas, 50% deverão ser apresentadas pelas prefeituras do interior; 25% por federações ou ligas estaduais esportivas; e os outros 25% restantes por clubes de bairros.

A seleção dos projetos será feita pela própria Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, obedecendo a critérios como baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); além de programas voltados para atividades o paraesportivas.

"O Jogando Junto marca o renascimento do esporte de base no interior do estado. Já estamos desenvolvendo um trabalho com as federações. O programa se junta aos esforços para facilitar o acesso de prefeituras e clubes a esse processo", detalhou o secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antônio Cabral.

Você pode gostar