Casimiro quer estimular as compras locais

Prefeitura prepara programa de incentivo a pequenas empresas, além de investir em seu complexo industrial

Por O Dia

Rio - Para enfrentar a crise dos royalties, que derrubou o orçamento do município, a Prefeitura de Casimiro de Abreu está apostando na atração de mais empresas e na criação de estímulos aos pequenos negócios locais. Além de começar a investir em maior infraestrutura em seu Complexo Industrial, o município está implantando o projeto Compras Casimiro, em parceria com Sebrae. A proposta é estimular as compras públicas junto às micro e pequenas empresas locais por meio de uma série de benefícios, que vão desde a diferenciação da habilitação jurídica até as compras exclusivas, com valor até R$ 80 mil. Todas as informações sobre os editais para que possam disputar as licitações estarão disponibilizadas em um site específico.

Município começou a aterrar área para ampliar o complexo industrialDivulgação

De acordo com a prefeitura, o esforço, que começou em janeiro deste ano, é feito para que a economia do município se restabeleça, principalmente, diante do atual cenário de crise, que atingiu a toda a região. “Com este estímulo, conseguimos ainda reduzir a informalidade, fazendo crescer a arrecadação de impostos”, disse o subsecretário de Governo, Thiago Dias.

Atualmente, 35 empresas estão instaladas no Complexo Industrial de Casimiro de Abreu. O espaço abriga empreendimentos de áreas offshore, construção civil, prestação de serviços, entre outras. O trabalho de aterrar a área deverá ser concluído nos próximos 20 dias. Em seguida será feita a medição do terreno para que seja preparada a infraestrutura do local.

“Isso acontece em bom momento, pois buscamos alternativas para não dependermos do repasse dos royalties, que neste ano causou uma queda drástica em nossa arrecadação”, disse o prefeito Antônio Marcos. A receita esperada de royalties era de R$ 129 milhões. A previsão não deverá chegar a R$ 70 milhões.

Últimas de _legado_O Dia no Estado