Por adriano.araujo

Rio - Indústria, comércio, moda, agronegócios, artesanato e gastronomia. Estes são alguns dos segmentos que serão apresentados nos 180 estandes da 17ª edição da Merco Noroeste, considerado o maior evento empresarial do interior do Rio. De acordo com a organização, a previsão é que volume de negócios projetados para os próximos 12 meses na feira gire em torno de R$ 12 milhões. A pouco mais de duas semanas para abertura da exposição, ainda restam os últimos estandes para o investidor que deseja participar.

Em um momento de crise, o evento promete trazer reforço aos cofres do município de Itaperuna e de toda região Noroeste Fluminense. Segundo balanço da prefeitura, a taxa de ocupação é de 100% nos hotéis e pousadas durante o período da feira, que vai de 27 a 29 deste mês. Também está previsto aumento de 50% no movimento de bares e restaurantes e de 35% em passagens no transporte público municipal e intermunicipal.

A 17ª edição da Merco Noroeste%2C de 27 a 29 deste mês%2C em Itaperuna%2C vai reunir mais de 180 empresários de diferentes segmentos e propiciar muitas oportunidades de negócioDivulgação

Diretor da empresa que promove o evento, Bruno Pires afirmou que a expectativa é proporcionar mais visibilidade para os empresários da região. “Mesmo diante do atual cenário, acreditamos que a feira será uma excelente oportunidade de negócios. Os participantes sairão da Merco satisfeitos. Será uma oportunidade ímpar para vislumbrar novas possibilidades”, afirmou.

O secretário de Governo de Itaperuna, Sergio Almeida, destacou a importância da exposição para a economia da cidade. “É a região mais pobre do Rio e esse evento se tornou fundamental para alavancar a economia do município. Foi difícil fazer acontecer por conta da crise, mas conseguimos”, lembrou Almeida, um dos idealizadores da feira de negócios.

?Feira é vitrine para investidores

?A história do empresário José Magno Hoffmann, de 61 anos, se confunde com a trajetória da Merco Noroeste. Ele participa desde a primeira edição, há 17 anos, e viu o seu negócio crescer junto com a feira. Assim como outros empresários da região, José vê o evento como uma oportunidade de expandir as fronteiras de sua gráfica. “Perdi o número de quantos negócios já fiz. Na feira a gente exibe a empresa para investidores de lugares diferentes. Depois eles vêm nos procurar. Percebem que nossos negócios têm um potencial que eles não conheciam”, comemorou.

O evento vai acontecer na Universidade Iguaçu (Unig), na BR 356, Km 02. O horário de funcionamento será de 17h às 23h (pavilhões) e 17h às 02h30min (praça de alimentação). Interessados em expor devem ligar para a organização, pelo telefone (22) 3823-1070 ou 9 9913-0813.

Colaborou o estagiário Lucas Gayoso

Você pode gostar