Editorial: Bate-se o bumbo hoje contra o Aedes

Se a dengue, velha conhecida dos fluminenses, explodiu, a zika, doença misteriosa, tem tudo para fazê-lo. E assusta

Por O Dia

Rio - A presidente Dilma Rousseff vem esta manhã ao Rio para participar de espécie de ‘Dia D’ contra o Aedes aegypti. Mutirão de militares também está mobilizado para visitar casas com o intuito de instruir a população. Espalha-se o mote “Zika Zero”.

A batenção de bumbo de fato se faz necessária, a julgar pelos números da página 3 desta edição: casos de dengue quase quaduplicaram de um ano para cá. Se a dengue, velha conhecida dos fluminenses, explodiu, a zika, doença misteriosa, tem tudo para fazê-lo. E assusta.

Conscientizar o povo é imperioso, mas as autoridades também devem fazer sua parte. O DIA também mostra preocupante abandono em áreas como a Cidade do Rock. De nada adianta a vizinhança se mobilizar se há um piscinão para larvas do mosquito do outro lado da rua. Compromete o esforço.

Alertas só adiantam se houver máquina azeitada em pleno funcionamento, com controle de terrenos abandonados e permanente vigilância. Senão é guerra perdida.

Últimas de Opinião