Padre Omar: Sou conhecido e conheço

'Se temos um relacionamento pessoal com Jesus, somos pessoas que têm o Senhor como alguém próximo', afirma

Por O Dia

Rio - Quando alguém vem nos contar algo que outra pessoa, a quem conhecemos bem, fez ou disse, e isso nos causa certo estranhamento e/ou surpresa, ficamos bem desconfiados sobre a veracidade da informação, não é mesmo? Porque quando somos íntimos de alguém conhecemos o seu jeito de ser, de agir e reagir, de nos tratar... Às vezes, basta tão pouco: um olhar, uma expressão facial ou simples palavras para entendermos bem mais do que é externado. Isso é tão bonito! E com Jesus não pode ser diferente! Não podemos nunca esquecer que Ele também é uma pessoa com a qual podemos e devemos nos relacionar... Isso é um aprendizado diário e envolvente!

E é fato que se temos um relacionamento pessoal com Jesus, somos pessoas que têm o Senhor como alguém próximo, e, então, não somos mais só conhecidos por Ele, mas também o conhecemos: ouvimos sua voz, notamos sua ação, mesmo a que seja a mais discreta, em nossas vidas.

“As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão.”(Jo 10,27-28)

Sim, Jesus nos conhece, como Ele mesmo afirma neste trecho bíblico. Mas também se dá a conhecer! Ao contrário do que, infelizmente, muita gente ainda pensa: Deus não está distante, mas próximo, cuidando de nós. Ele não é indiferente ao que vivemos!

O Evangelho deste domingo também nos deixa notar algo incrível: quem é de Deus sempre será, a menos que não queira mais estar com o Senhor — porque, nesse caso, Ele respeita o livre arbítrio e não obriga a nada. Mas eu e você já experimentamos e sabemos como é bom ser de Deus! E lindo se sentir cuidado e protegido por Ele! Assim como também é maravilhoso tomar a consciência de que Ele nos conhece e, ainda que não o vejamos, está sempre ao nosso lado e age na nossa vida. Creia!

Últimas de Opinião