Jair Vinnicius da Veiga: Hospitais federais e a eficiência na gestão

Nosso compromisso é aperfeiçoar a gestão da rede, tornando-a mais eficiente, na certeza de ampliar e qualificar atendimento

Por O Dia

Rio - A Carta Magna, em seu Artigo 37, estabelece os princípios básicos que devem nortear a conduta dos gestores públicos. Assim, ao lado dos já consagrados princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade, ganha importância, nos tempos atuais, o princípio da eficiência.

Este último traduz, com perfeição, a linha de ação que pretendemos implantar no Departamento de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (DGH); afinal, a busca incessante pela excelência na gestão foi a tônica dos meus 33 anos no serviço público.

Vale lembrar que a eficiência é o “dever da boa administração”. Deste modo, priorizaremos a ampliação e a qualificação da atenção ao paciente e a otimização dos recursos orçamentários que dispomos. A ideia é simples: fazer mais e melhor com o mesmo. Na busca da economicidade, o DGH vai centralizar as licitações, diminuindo custos através do ganho de escala e afastando a possibilidade de desabastecimento.

No campo assistencial, a eficiência na gestão exige o enfrentamento do desafio da regulação hospitalar, cuja solução passa, necessariamente, por um alinhamento estratégico entre o DGH e as secretarias Estadual e Municipal de Saúde.

A boa notícia é que, a partir da minha posse, está ocorrendo uma interlocução permanente entre os três gestores, proporcionando sensível avanço na consolidação da regulação unificada, que já gerou um incremento no acesso aos leitos da rede federal.

Em breve, concluiremos a total integração dos seis hospitais e dos três institutos federais aos sistemas de regulação, respeitada a vocação cirúrgica e de atendimentos de média e alta complexidade das nossas unidades.

É relevante ressaltar que os hospitais federais do Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes, Ipanema, Lagoa e Servidores do Estado ajudaram a escrever a história da saúde no Brasil e permanecem como referências em diversos serviços e especialidades. Nosso compromisso é aperfeiçoar a gestão da rede, tornando-a mais eficiente, na certeza de ampliar e qualificar o atendimento à população.

Jair Vinnicius é diretor do Departamento de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde no Rio

Últimas de Opinião