Fernando Scarpa: Verdades, versões e ficções

Será possível observarmos as situações sem ódio?

Por O Dia

Rio - Qual é a causa da queda do avião que seguia com o ministro para o merecido fim de semana? Vão homologar as delações premiadas já? A morte do Teori põe em risco o desfecho da Lava Jato? Quem será o novo ministro do STF? Alguém indicado por Temer para melar a operação? Eike Batista vai se entregar com ou sem peruca? Qual é o real motivo do AVC de Marisa Letícia? Verdades, versões e ficções pontuaram a semana passada deixando esclarecimentos duvidosos.

Será possível observarmos as situações sem ódio%3FAgência O Dia

Será possível observarmos as situações sem ódio? Paulo Okamoto, em frágil e esperada tática, diagnostica as pressões sofridas como a razão do AVC de Letícia. Ora, qual organismo já adoecido não se abala com o que vive a família Lula da Silva? Pensasse antes! Apesar do ‘incômodo’, é inimaginável o maior processo histórico de investigação da corrupção ser abortado e se responsabilizar a figura do juiz como causa do ocorrido.

A senhora em questão, flagrada em ligação telefônica, exibia temperamento vigoroso e reação belicosa, debochando da sociedade que se manifesta contra os anos de vantagens obtidas pela família Lula da Silva. O linguajar era chulo, sem falar no gosto pelo álcool. Chegou a hora do acerto de contas, com certeza a pressão é alta, e a sabedoria popular, infalível: “Quando a cabeça não pensa, é o corpo que paga.” Mas desejo melhoras a ela!

O acidente misterioso de Paraty é investigado sob sigilo, mas somos descrentes das instituições e, como já estamos acostumados a golpes... A verdade, mesmo que revelada, permanecerá duvidosa, ligando Teori a uma teoria da conspiração. Caso de confiança perdida.

Em meio a tantas ocorrências, uma ofusca a outra, não tem jeito. A novidade é a bolha do Império do X explodir no X do Xadrez do Cabral! O decreto da prisão roubou a cena. Uns diziam que estava na Europa, outros, até na Torre Trump! E onde estás, Eike? Mostra o topete, vai?

As redes sociais destilam raiva entalada e se vingam. Funcionam como dreno social das emoções contidas e um agente de controle político, a ferramenta é pesada! Sem rede social, explodimos. Os de poucos caracteres castigam no tuitaço, já os prolixos se esbaldam nos textões do Face. O que se diz hoje seria impossível anos atrás. Por sorte ou por azar, entramos em tecnologia, temos visibilidade, voz e, acima de tudo, poder.

Fernando Scarpa é psicanalista

Últimas de Opinião