Fernando Scarpa: Guerra republicana de arco e flecha

Jucá se acha o fetiche de Janot; é o bigode do 'macho man' pernambucano

Por O Dia

Rio - Pelos fios do bigode do Jucá, todas as provas devem ser anuladas, bradou o senador, defendendo mais uma vez o presidente denunciado. Jucá se acha o fetiche de Janot; é o bigode do 'macho man' pernambucano. Interessante a interpretação, não são os atos de corrupção que interessam o PGR, mas os pelos. Raspa que ele te esquece, vai, rapaz!

Lula enfrentou o STF, agora é a vez do açougueiro. É a estratégia, Joesley não é tolo divulgando o áudio. Enfrentam o STF, Senado, Câmara e Judiciário. Tem flecha o rapaz, deve ter tudo gravado. O ministro Barroso já foi grampeado, até hoje nada foi revelado sobre o teor da escuta. Já Gilmar, falastrão, foi gravado diversas vezes, há de ter novidade por vir. Janot joga tudo no ventilador, se vinga do STF na voz do Joesley, que gosta de comer "véinhas". Não por acaso, na gravação, fala de uma suposta suruba entre JEC, Carmem e Vana. Seriam elas as "véinhas" do seu fetiche? Sexualizado o momento. O tom dos áudios são claros recados aos comprometidos. Não vão ser presos, eles têm certeza, não duvido de nada nessa guerra republicana de arco e flecha.

Sobrou para todo mundo; afinal, todos estão envolvidos. O ministro Fux e o Aurélio têm filhas nomeadas desembargadoras. Uma delas já saiu na mídia, foi pelas mãos de Cabral que, muito embora tenha negado, foi padrinho da nomeação. Afinal, era pedido de pai como a única e verdadeira herança que poderia deixar para a filha. Jovem, deu "olé" em advogados merecedores, furou a fila e virou desembargadora. A filha do outro ministro teve Vana como madrinha. Joesley ludibriou a PGR, e os ministros ludibriaram quem? Fux tem toda razão: a arrogância dos criminosos de colarinho branco não é mole, iguala a todos.

Palocci, em tom sincero, denuncia muito mais a naturalidade de como tudo é feito do que as ocorrências já previsíveis. Zanin, cabelo engomado, nega tudo, banaliza tudo. Fato é que estamos todos esperando quem será preso ou não. Haverá acordos? É só aguardar, a verdade vai aparecer. Tenho muita curiosidade de ver e saber como estará o Brasil depois de tantas flechadas. A negação continua como estratégia, mas a sustentação não tem crédito. Afinal, somos todos corruptos, só varia mesmo o grau.

?Fernando Scarpa é psicanalista

Últimas de Opinião