Terminal Alvorada e outras 11 estações do BRT são depredadas no Carnaval

Consórcio contabilizou prejuízos após feriado. Mensalmente empresa gasta mais de R$ 150 mil em reparos

Por O Dia

Rio - Pelo menos 11 estações do BRT e o Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, foram alvos de vandalismo e depredações no período de Carnaval. Vidros foram quebrados, grades arrancadas, televisores de monitoramento quebrados, além de fiação arrancada e bilheterias pichadas foram o que o consórcio listou como prejuízo.

De acordo com o Consórcio Operacional, as estações mais prejudicadas, além do Terminal Alvorada, foram Cândido Magalhães, Bosque da Barra, Recreio Shopping, Santa Luzia, Vicente de Carvalho, Manacéia, Arroio Pavuna, Inhoaíba, Terminal Alvorada, Otaviano, Taquara e Gláucio Gil.

Segundo nota divulgada pela empresa que gerencia os corredores Transoeste e Transcarioca, no ano passado R$ 1,3 milhão de reais foram gastos em reparos nas estações do corredor expresso. Ainda de acordo com o órgão, mais de R$ 150 mil mensais são usados para fazer reparos provocados por vandalismo nas paradas. Com esse gasto, a instituição afirma que acontece uma queda na qualidade do serviço prestada ao usuário do serviço.

O BRT disse ainda que divulga, nas redes sociais e monitores de estações e ônibus, a campanha #BomdeBusao, para prevenir o vandalismo.

Últimas de Rio De Janeiro